Ética é o conjunto de valores, ou padrões, a partir dos quais uma pessoa entende o que seja certo ou errado e toma decisões. A ética é importante por que respeita os outros e a dignidade humana.
Sábado, 29 de Dezembro de 2012
Lecitina
A lecitina ajuda, por exemplo, contra os cálculos biliares, e impede que a gordura se acumule, especialmente no fígado.

Como já sabemos, a soja ajuda contra o colesterol alto, sendo muito benéfico para a saúde, da mesma forma que o leite de soja, ideal para pessoas que, por exemplo, sofrem de intolerância à lactose.
A lecitina de soja tem muitas propriedades saudáveis, mesmo que as mais conhecidas são sua importantíssima capacidade para regular as taxas de colesterol no sangue, ou inclusive a de melhorar a memória.

Benefícios e propriedades da lecitina de soja

*A lecitina de soja é capaz de combater a hipercolesterolmia ao ajudar a reduzir os níveis de colesterol alto, especialmente o “colesterol mau” (LDL), e aumentar por sua vez o “bom colesterol” (HDL).
*É boa se desejamos melhorar capacidades cognitivas diversas como a aprendizagem, a memória e a concentração. Isto é devido graças ao seu conteúdo em fosfatidilcolina, que eleva a concentração de acetilcolina no cérebro.
*Previne o fígado gorduroso, já que favorece a degradação das gorduras que podem tender a acumular-se no fígado.
*Melhora também a absorção daquelas vitaminas que sejam lipossolúveis, como à, E, D e K.
*Conta com fósforo, um mineral que ajuda a diminuir a fadiga e o cansaço, e implicado na produção de energia celular.
*É boa também na saúde da pele, mantendo sua elasticidade e favorecendo a hidratação.





Lecitina de Soja
Porção de 20g (2 colheres de sopa)

Quantidade por porção %VD (*)
Valor energético
158Kcal = 661KJ 8
Carboidratos
1,0 g 1
Proteínas
0 g 0
Gorduras Totais
14 g 0
Gorduras Saturadas
2,8 g 13
Gorduras Trans
0,1 g -
Fibra Alimentar
0 g 0
Cálcio
18,00 mg 2
Sódio
4,00 mg 0.2
Fósforo
400 mg 57
Vitamina E
1,00 mg 10

*Valores Diários de Referência com base em uma dieta de 2.000 kcal ou 8.400 kj. Seus valores diários podem ser maiores ou menores dependendo de suas necessidades.




tags:

publicado por Maluvfx às 11:48
link do post | comentar | favorito
 O que é? |

Domingo, 16 de Dezembro de 2012
Leite de Aveia. Não pode faltar na sua cozinha!
LEITE DE AVEIA, saboroso, nutritivo, facílimo e rápido de preparar.

Como tenho feito e usado este leite e gosto muito, nada como partilhar conhecimentos...
Melhor que o leite de soja a nível nutricional (só não contém isoflavonas) e melhor do que o leite de vaca (como podem confirmar na análise nutricional mais abaixo), muito saboroso, facílimo e rápido de preparar (cerca de 10 min). Experimentem, sei que vão gostar...

O leite de aveia é uma saborosa e nutritiva alternativa ao leite de vaca, sendo também uma excelente opção para as pessoas intolerantes à soja.
Preparar leite de aveia em casa, pode poupar em dinheiro, em embalagens e na saúde (pois não vai conter conservantes ou outros produtos).

Ingredientes:
- 100g de flocos de aveia, se for em grão, melhor porque é integral
- 1 litro de água, de preferência filtrada e fervida

Modo de fazer:
- coloque no liquidificador a aveia e parte da água, para poder triturar melhor a aveia
- coe através de filtro de pano ou então pode usar uma peneira com um pano fino por cima

(A "massa" que sobra pode ser usada para adicionar a molhos, hamburguers vegetais, bolos, bolachas, etc, ou também pode ser usada como máscara facial, bom para quem tem acne)
- volte a bater no liquidificador com o resto da água. Conserva-se no frigorífico cerca de 4-5 dias.
Não convém aquecer demasiado, porque este leite engrossa.

Se preferirem podem também combinar a aveia com outros feijões ou sementes, tais como a soja, a cevada, o arroz, as amêndoas, quinoa, castanhas, coco, alpista, sésamo, etc. (procurem na internet mais receitas, porque alguns destes leites têm que ser cozinhados)
O leite de aveia tem um gosto suave, ligeiramente doce, e é um pouco mais gordo do que o de soja. Podem usá-lo das mesmas formas que o leite de soja ou de arroz.

Benefícios para a saúde do leite de aveia
O leite de aveia é rico em fibra, é isento de colesterol e lactose, e contém vitamina E, ferro, entre outras vitaminas e minerais.
A aveia é também rica em fitoquímicos, produtos químicos das plantas que ajudam a lutar contra doenças como o cancro, doenças cardiovasculares.

Análise nutricional da aveia (por 100g):
energia: 384 kcal
proteínas: 16 g
total de gorduras – 6,3 g
hidratos de carbono: 67 g
fibra: 9,8 g
cálcio: 52 mg
ferro: 4,2 mg
magnésio: 148 mg
fósforo: 474 mg
potássio: 350 mg
sódio: 4 mg
zinco: 3,07 mg
cobre: 0,343 mg
manganês: 3,630 mg
selénio: 34 mcg
vitamina B1 (tiamina): 0,730 mg
vitamina B2 (riboflavina): 0,140 mg
vitamina B3 (niacina): 0,780 mg
vitamina B5 (ácido pantoténico): 01,245 mg
vitamina B6: 0,120 mg
vitamina E: 0,700 mg
vitamina K: 3,2 mcg

para comparação:

Análise nutricional do leite de soja (por 100g):
energia: 38 kcal
proteínas: 3,5 g
total de gorduras – 3,5 g
gorduras saturadas: 0,25 g
gorduras monosaturadas: 0,375 g
gorduras polisaturadas: 0,60 g
hidratos de carbono: 2,5 g
fibra: 1,5 mg
isoflavonas: 10 mg
cálcio: 4,5 mg
ferro: 0,75 mg
magnésio: 22 mg
fósforo: 55 mg
potássio: 160 mg
sódio: 14 mg
zinco: 0,25mg
cobre: 0,14 mg
manganês: 0,2 mg
selénio: 1,5 mcg
vitamina B1 (tiamina): 0,17 mg
vitamina B2 (riboflavina): 0,80 mg
vitamina B3 (niacina): 0,17 mg
vitamina B5 (ácido pantoténico): 0,06 mg
vitamina B6: 0,05 mg
ácido fólico (vitamina B9): 1,70 mcg
vitamina A: 3,5 mcg
vitamina E: 0,01 mg

Análise nutricional do leite de vaca (por 100g):

Pasteurizado Integral

calorias: 61 Kcal 63 Kcal
glicídios: 4,90 g 5 g
proteínas: 3,60 g 10 g
lipídios: 3,00 g 3,5 g
cálcio: 123 mg 114 mg
fósforo: 96 mg 102 mg
ferro: 0,10 mg 0,10 mg

- No leite de vaca, de facto o cálcio é mais elevado do que em outros leites, mas o nível de absorção do cálcio neste leite é só de 32%, enquanto que nos leites vegetais é de 50 a 70%.

Proteínas
O leite de vaca é considerado uma boa fonte de proteínas. Mas, na realidade, o excesso de proteínas animais pode provocar a perda de cálcio do corpo.
Cada chávena de leite fornece cerca de 9 g de proteínas, mas que causam a perda de 9 mg de cálcio pela urina. Uma pessoa que não inclui proteína animal na alimentação pode ter menor necessidade de cálcio. Por exemplo, um vegano/vegetariano que consuma uma dieta sem proteínas animais e pobre em sódio pode precisar apenas de 500 mg de cálcio por dia. Quem consome uma dieta rica em proteínas e sódio pode precisar de até 2000 mg de cálcio por dia.
80% das proteínas do leite são caseína. A caseína é de difícil coagulação nos estômagos dos bebés.

É que deixei de tomar leite de vaca, por muitas controvérsias que existem actualmente relativas aos seus reais benefícios.
E as vacas acabam por comer rações (feitas com OGMs, organismos geneticamente modificados), milho tb geneticamente modificado, que nestas ilhas (Açores) já vão existindo e erva (pasto) com imensos químicos sintéticos utilizados no campo (herbicidas e fertilizantes).

Para não falar da insanidade de como esta indústria trata os animais. Os milhares de filhos desta indústria (os bezerros, entre 800 a 1000 por semana só no matadouro de Ponta Delgada, são excedentes a serem completamente incinerados e pagos á cabeça 75 euros para isso mesmo e para a carne não baixar de preço. Esta "medida" económica está "patente" (em vigor actualmente) na indústria do leite e podem comprovar aqui .

Tento fazer das minhas acções o melhor possível (claro que não sou exemplo, mas tento melhorar aos poucos), optando pelo que acho mais ético e saudável dentro do possível e claro que gostaria que assim todas as pessoas procedessem quando têm conhecimento, tanto nesta área como em todas as outras.
De resto, é isto que acontece quando existem monoculturas. O desequilíbrio total, de tudo.
É bom partilhar informação, sobretudo a que não é sabida geralmente, porque assim, todos podemos contribuir para melhorar alguma coisa.



publicado por Maluvfx às 10:43
link do post | comentar | favorito
 O que é? |

Terça-feira, 11 de Dezembro de 2012
Vegetarianos estritos e vegans

Os vegetarianos estritos excluem de sua alimentação carnes, peixes, aves, laticínios (leite, manteiga, queijo, iogurte, etc.), ovos, mel, gelatina, etc. Já os vegans, além de não consumirem nenhum alimento de origem animal também evitam, sempre que possível, o uso de couro, lã, seda e pele, e de outros produtos de origem animal, como óleos e secreções, presentes em sabonetes, xampus, cosméticos, detergentes, perfumes, filmes etc. (WINCKLER, 2004).

Por envolver todos esses fatores, o veganismo não é considerado somente uma dieta, mas sim um estilo de vida complexo, no qual uma série de características distintas estão envolvidas; tanto características externas (por exemplo padrões de consumo) como internas (considerações éticas amplas).
Os vegans não só não consomem alimentos de origem animal, mas também se preocupam em não usar roupas que foram feitas de animais, frequentar rodeios, circos que façam apresentação com animais e etc. (SOCIEDADE VEGETARIANA CHILENA, 2008).

Quase 3% da população afirma nunca comer carnes, aves, peixes ou frutos do mar. Evitar carnes e peixe costumava ser o limite de qualquer pessoa. Agora, os vegetarianos estritos, que não consomem nenhum tipo de produto animal, são tão comuns quanto os vegetarianos já foram um dia (SINGER, 2007).

Os vegans dizem que é mais saudável, tanto para nós mesmos quanto para o planeta, evitar comer produtos de origem animal. Os vegans consideram seu estilo de vida como fundamental para se considerar que são pessoas que tem ética e moral. Tendo a consciência de que suas ações têm consequências, percebem o impacto que suas ações têm sobre o mundo e restringem, portanto o máximo que podem atitudes que poderiam interferir na harmonia de qualquer ser e do planeta. Eles resumem essa ideologia em uma conhecida frase: “Se você quer mudar o mundo, mude a você mesmo” (SOCIEDADE VEGETARIANA CHILENA, 2008).

Quanto a ser saudável ou não seguir uma alimentação vegetariana estrita as opiniões são controversas.
A American Academy of Pediatrics, (academia norte-americana de pediatria), afirmou que as dietas vegetarianas estritas podem promover o crescimento normal das crianças. A American Dietetic Association diz que “Uma dieta vegetariana estrita bem planejada e outros tipos de dietas vegetarianas são adequadas para todas as fases do ciclo de vida, incluindo gravidez, lactação, infância e adolescência“,
Mas, para essas afirmações se realizarem na prática, vegetarianos estritos necessitam maior atenção para que não desenvolvam deficiências nutricionais, o que resultaria em efeitos negativos para a saúde e, consequentemente, para o desempenho atlético, para aqueles que praticam algum esporte. Vegetarianos estritos devem estar atentos a alguns micro nutrientes, em especial a vitamina B12, cálcio e ácidos graxos Ômega 3. Mas os vegetarianos estritos costuma consumir comidas que são fortificadas com estes nutrientes. Em alguns casos, minerais como o ferro e o zinco podem se apresentar em menor quantidade devido a baixa biodisponibilidade destes nutrientes na dieta vegetariana estrita (CRAIG, 2009).

Os vegetarianos estritos, como já citado, podem alcançar todos os nutrientes e ter uma dieta balanceada. Pois é seguro seguir uma alimentação vegetariana estrita, contanto que o adepto seja cuidadoso em relação à alimentação (SINGER, 2007; FERREIRA, BURINE e MARIA, 2006).

Se a dieta for bem plenejada, os vegetarianos estritos costumam ser mais magros, apresentar menor pressão sanguínea e menor nível de colesterol, tendo assim menos risco de adquirir uma doença cardíaca (CRAIG, 2009).

Fonte:  ***Nutrição Vegetariana***


Vegetarianismo estrito

Também chamado de vegetarianismo verdadeiro, é uma dieta que exclui todos os produtos de origem animal. Vegetarianos estritos não comem, assim, qualquer tipo de carne, ovos, laticínios, mel, etc., retirando da dieta todos os produtos de origem animal.

Essa forma de dieta é frequentemente confundida com o veganismo, mas, embora veganos sejam vegetarianos estritos, não são a mesma coisa:
"Apesar de [nutricionalmente] classificarmos os 'vegetarianos verdadeiros' apenas pela alimentação, existe uma diferença entre o vegano e o vegetariano estrito. Geralmente o vegano também não utiliza produtos não alimentícios provenientes de animais, como lã, couro, seda e pele. Quando falamos em termos [exclusivamente] nutricionais, não faz diferença essa classificação."
Enquanto o vegetarianismo estrito é apenas um regime alimentar, veganismo é respeito aos direitos animais - o que inclui o vegetarianismo estrito por razões éticas, mas não apenas (circo com animais, rodeios, produtos testados em animais, e qualquer outra forma de exploração animal é boicotada pelos veganos).

Existe também outras dietas semelhantes como o Crudivorismo e o Frugivorismo.

Vegetarianismo é uma palavra ambígua, ou seja, que tem mais de um sentido. No sentido de gênero, fala abrangendo todas as formas de vegetarianismo. No sentido de espécie, designa o verdadeiro sentido da palavra, o vegetarianismo estrito (que não consome nenhum produto de origem animal).

Nisso faz-se diversas confusões. As mais comuns são: simplificar o ovolactovegetarianismo por vegetarianismo; e confundir vegetarianismo estrito com veganismo. Devido a isso se emprega o termo "dieta vegana", para indicar a dieta vegetariana estrita. Veganismo não é dieta alimentar, vegetarianismo sim. O correto é sempre "dieta vegetariana". Ao referir-se à alguém que não se alimenta com nenhum produto de origem animal, usa-se o termo "dieta vegetariana estrita".

Fonte


publicado por Maluvfx às 11:04
link do post | comentar | favorito
 O que é? |

Vegetarianos estritos e Veganos

Os vegetarianos estritos excluem de sua alimentação carnes, peixes, aves, laticínios (leite, manteiga, queijo, iogurte, etc.), ovos, mel, gelatina, etc. Já os vegans, além de não consumirem nenhum alimento de origem animal também evitam, sempre que possível, o uso de couro, lã, seda e pele, e de outros produtos de origem animal, como óleos e secreções, presentes em sabonetes, xampus, cosméticos, detergentes, perfumes, filmes etc. (WINCKLER, 2004).

Por envolver todos esses fatores, o veganismo não é considerado somente uma dieta, mas sim um estilo de vida complexo, no qual uma série de características distintas estão envolvidas; tanto características externas (por exemplo padrões de consumo) como internas (considerações éticas amplas).
Os vegans não só não consomem alimentos de origem animal, mas também se preocupam em não usar roupas que foram feitas de animais, frequentar rodeios, circos que façam apresentação com animais e etc. (SOCIEDADE VEGETARIANA CHILENA, 2008).

Quase 3% da população afirma nunca comer carnes, aves, peixes ou frutos do mar. Evitar carnes e peixe costumava ser o limite de qualquer pessoa. Agora, os vegetarianos estritos, que não consomem nenhum tipo de produto animal, são tão comuns quanto os vegetarianos já foram um dia (SINGER, 2007).

Os vegans dizem que é mais saudável, tanto para nós mesmos quanto para o planeta, evitar comer produtos de origem animal. Os vegans consideram seu estilo de vida como fundamental para se considerar que são pessoas que tem ética e moral. Tendo a consciência de que suas ações têm consequências, percebem o impacto que suas ações têm sobre o mundo e restringem, portanto o máximo que podem atitudes que poderiam interferir na harmonia de qualquer ser e do planeta. Eles resumem essa ideologia em uma conhecida frase: “Se você quer mudar o mundo, mude a você mesmo” (SOCIEDADE VEGETARIANA CHILENA, 2008).

Quanto a ser saudável ou não seguir uma alimentação vegetariana estrita as opiniões são controversas.
A American Academy of Pediatrics, (academia norte-americana de pediatria), afirmou que as dietas vegetarianas estritas podem promover o crescimento normal das crianças. A American Dietetic Association diz que “Uma dieta vegetariana estrita bem planejada e outros tipos de dietas vegetarianas são adequadas para todas as fases do ciclo de vida, incluindo gravidez, lactação, infância e adolescência“,
Mas, para essas afirmações se realizarem na prática, vegetarianos estritos necessitam maior atenção para que não desenvolvam deficiências nutricionais, o que resultaria em efeitos negativos para a saúde e, consequentemente, para o desempenho atlético, para aqueles que praticam algum esporte. Vegetarianos estritos devem estar atentos a alguns micro nutrientes, em especial a vitamina B12, cálcio e ácidos graxos Ômega 3. Mas os vegetarianos estritos costuma consumir comidas que são fortificadas com estes nutrientes. Em alguns casos, minerais como o ferro e o zinco podem se apresentar em menor quantidade devido a baixa biodisponibilidade destes nutrientes na dieta vegetariana estrita (CRAIG, 2009).

Os vegetarianos estritos, como já citado, podem alcançar todos os nutrientes e ter uma dieta balanceada. Pois é seguro seguir uma alimentação vegetariana estrita, contanto que o adepto seja cuidadoso em relação à alimentação (SINGER, 2007; FERREIRA, BURINE e MARIA, 2006).

Se a dieta for bem plenejada, os vegetarianos estritos costumam ser mais magros, apresentar menor pressão sanguínea e menor nível de colesterol, tendo assim menos risco de adquirir uma doença cardíaca (CRAIG, 2009).

Fonte:  ***Nutrição Vegetariana***


Vegetarianismo estrito

Também chamado de vegetarianismo verdadeiro, é uma dieta que exclui todos os produtos de origem animal. Vegetarianos estritos não comem, assim, qualquer tipo de carne, ovos, laticínios, mel, etc., retirando da dieta todos os produtos de origem animal.

Essa forma de dieta é frequentemente confundida com o veganismo, mas, embora veganos sejam vegetarianos estritos, não são a mesma coisa:
"Apesar de [nutricionalmente] classificarmos os 'vegetarianos verdadeiros' apenas pela alimentação, existe uma diferença entre o vegano e o vegetariano estrito. Geralmente o vegano também não utiliza produtos não alimentícios provenientes de animais, como lã, couro, seda e pele. Quando falamos em termos [exclusivamente] nutricionais, não faz diferença essa classificação."
Enquanto o vegetarianismo estrito é apenas um regime alimentar, veganismo é respeito aos direitos animais - o que inclui o vegetarianismo estrito por razões éticas, mas não apenas (circo com animais, rodeios, produtos testados em animais, e qualquer outra forma de exploração animal é boicotada pelos veganos).

Existe também outras dietas semelhantes como o Crudivorismo e o Frugivorismo.

Vegetarianismo é uma palavra ambígua, ou seja, que tem mais de um sentido. No sentido de gênero, fala abrangendo todas as formas de vegetarianismo. No sentido de espécie, designa o verdadeiro sentido da palavra, o vegetarianismo estrito (que não consome nenhum produto de origem animal).

Nisso faz-se diversas confusões. As mais comuns são: simplificar o ovolactovegetarianismo por vegetarianismo; e confundir vegetarianismo estrito com veganismo. Devido a isso se emprega o termo "dieta vegana", para indicar a dieta vegetariana estrita. Veganismo não é dieta alimentar, vegetarianismo sim. O correto é sempre "dieta vegetariana". Ao referir-se à alguém que não se alimenta com nenhum produto de origem animal, usa-se o termo "dieta vegetariana estrita".

Fonte


publicado por Maluvfx às 03:04
link do post | comentar | favorito
 O que é? |

Sexta-feira, 7 de Dezembro de 2012
“Prótoiro” – Ceguinhos e Acéfalos

Esta gente passa a vida a vasculhar todo o tipo de artigos que pensam que podem usar para atacar aqueles que lutam contra as touradas e todo o tipo de exploração animal.

Mas o hilariante é quando na ânsia de nos atacarem, metem os pés pelas mãos e fazem figura de palhaços.

A última da “prótoiro” é de rebolar a rir. Segundo eles o PAN – Partido Animalista usou numa campanha de rua um rotweiller como animal de carga para transportar panfletos do partido. E afirmam que isso é uma forma de exploração animal e que depois da jornada o cão estava extenuado.

E publicam fotos do cão com uma espécie de mochila ás costas onde transportaria os tais panfletos.

Olhando para as ditas fotos onde eles veem um rotweiller transportando panfletos, nós vemos um cão transportando um gatinho tipo siamês.

Demo-nos ao trabalho de fazer zoom às fotos para comprovar e de facto pode ver-se perfeitamente a cabeça do gatinho que noutra foto aparece deitado ao lado do rotweiller. E é claro pelas fotos que estes dois cão e gato são grandes amigos. Parece-vos que o cão está exausto?

Eis as fotos que publicaram na página do facebook:
rotweiller e gato as costas

Além de deturpadores e cretinos ainda conseguem ser ceguinhos.

Este post da “prótoiro” devia entrar para o livro dos recordes como a maior estupidez do ano que está a findar.

Prótouro
Pelos touros em liberdade

Post original da prótoiro:




PAULO BORGES E A EXPLORAÇÃO ANIMAL!

Aqui está Paulo Borges, presidente do PAN - Partido dos Animais e da Natureza. Paulo Borges é vegano e, tal como seu partido, defende publicamente que os animais não devem ser utilizados ou explorados pelo Homem.

Mas pelos vistos há excepções...

As fotos que agora divulgamos, dizem respeito a uma acção de campanha do PAN no Porto, em Maio de 2011, e onde um pobre Rottweiler foi utilizado como animal de carga, transportando os panfletos propagandísticos do partido liderado por Paulo Borges!

O estado em que o animal ficou após a jornada de luta é, por demais, evidente!

Fica a questão: alguém perguntou ao cão se queria carregar panfletos e ajudar na campanha? Então isto não é exploração animal?

Paulo Borges gosta muito de falar em valores, em ética... Mas é para aplicar aos outros...


tags: ,

publicado por Maluvfx às 09:07
link do post | comentar | favorito
 O que é? |

Quarta-feira, 5 de Dezembro de 2012
Corrida à Portuguesa - Sofrimento dos Touros

Álbum de Marinhenses Anti-touradas



publicado por Maluvfx às 04:56
link do post | comentar | favorito
 O que é? |

O comportamento do touro na corrida



Há sinais que revelam que os bovinos sofrem enquanto o público aplaude. Se conhece pessoas que assistem a touradas, peça-lhes que estejam atentas a alguns desses sinais, como sejam:
- olhos cerrados e boca aberta no momento em que lhes são cravadas as bandarilhas/ferros, o que é sinónimo de dor;
- tentativa desesperada de retirarem os incomodativos instrumentos dilacerantes com os cornos e sacudindo-se;
- refugio, por medo, junto às tábuas;
- língua de fora quando já não conseguem controlar o aumento da temperatura corporal e estão totalmente exaustos;
- lágrimas vertidas, por dor e desespero;
- etc.

via  Marinhenses Anti-touradas




publicado por Maluvfx às 04:46
link do post | comentar | favorito
 O que é? |

Terça-feira, 4 de Dezembro de 2012
A erva certa para cada prato
Hortelã, alecrim, coentro, orégano, manjericão e louro: aprenda onde usar corretamente os temperinhos, dando preferência para as ervas frescas.


  • Hortelã

Combina com: chás, molhos, geleias, assados e grelhados.
Funciona como: digestivo, analgésico, estimulante e expectorante.


  • Alecrim

Combina com: pães, sopas, assados, molhos e legumes.
Funciona como: diurético, digestivo, estimulante, cicatrizante, antisséptico e regulador da pressão arterial.


  • Coentro

Combina com: sopas, molhos à base de limão, moquecas, açordas.
Funciona como: calmante, digestivo e ótimo moderador de apetite.


  • Orégãos

Combina com: pizzas, saladas com tomate e pratos à parmegiana.
Funciona como: sedativo, digestivo, diurético, expectorante e estimulante gástrico.


  • Manjericão

Combina com: molhos e assados em geral.
Funciona como: diurético, antisséptico e broncodilatador.


  • Louro

Combina com: sopas, molhos, feijão, legumes e  assados.
Funciona como: digestivo, adstringente, anti-inflamatório e estimulante de apetite.

Temperos frescos, uma opção saudável

Sempre que puder, dê preferência para ervas frescas, evitando usar as versões industrializadas, comuns nos supermercados. Desta forma, você traz benefícios para sua saúde. De acordo com testes realizados pela Associação Brasileira de Defesa do Consumidor (Proteste), os temperos industrializados têm 70% da quantidade de sódio indicada para o consumo diário. "Um perigo para pessoas hipertensas e com problemas renais", alerta o cardiologista Martino Martinelli Filho, do Hospital das Clínicas.

Para evitar excessos, os médicos aconselham usar essas opções vapt-vupt só de vez em quando. Na maioria das refeições, prefira as ervas naturais, que, além de deixarem a comida com sabor e aroma especiais, ainda protegem sua saúde.


Faça as ervas durarem mais tempo

O sonho de toda cozinheira é ter uma pequena horta em casa, mesmo que seja em vasinhos. Mas, se não for possível, para que os temperos verdes durem mais, é preciso ter cuidado na hora de conservá-los na geladeira.

O primeiro passo é lavar bem todas as folhinhas. Depois, seque com papel toalha e só então guarde em um recipiente com tampa.


publicado por Maluvfx às 03:25
link do post | comentar | favorito
 O que é? |

O CAPT felicita a ANIMAL!
O CAPT congratula a ANIMAL pelos 18 anos de denúncia dos maus tratos a TODOS os Animais, pela manifestação pronta da indignação de tod@s os Defensores de todos animais e pelo esforço que por inteiro nos torna mais fortes na Abolição da tauromaquia e pelos Direitos de TODOS os Animais!
Obrigada ANIMAL!
Parabéns ANIMAL!

tags: ,

publicado por Maluvfx às 02:10
link do post | comentar | favorito
 O que é? |

mais sobre mim
pesquisar
 
Maio 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
11

12
13
14
16
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


posts recentes

Benefícios da Vitamina C

“Vermelho e Negro”

Cavalos e Pessoas II

Cavalos e pessoas I

POR QUE AS TOURADAS SÃO F...

Ponto de Vista VITAL: “A ...

O homem é superior aos an...

"A transmissão das tourad...

Touradas

Por isso é muito difícil ...

arquivos

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Setembro 2008

Agosto 2008

Junho 2008

Fevereiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Setembro 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Maio 2006

Dezembro 2005

Outubro 2003

Julho 2002

tags

todas as tags

favoritos

ANTI-TOURADAS

links
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds