Ética é o conjunto de valores, ou padrões, a partir dos quais uma pessoa entende o que seja certo ou errado e toma decisões. A ética é importante por que respeita os outros e a dignidade humana.
Sexta-feira, 30 de Março de 2012
Uma praça de touros contra as touradas

A praça de touros de Viana do Castelo pode ser um “mural contra a tauromaquia”. Quem o diz é Tiago Arieira, um dos responsáveis pelo Movimento Viana Anti-touradas

Revitalizar o exterior da praça de touros de Viana do Castelo é a proposta do movimento Viana Anti-touradas. “Queremos fazer um mural anti-touradas nas paredes exteriores da praça, para a transformar num ponto de atracção na cidade e levar as pessoas a olhar para este espaço de outra forma”, afirma Tiago Arieira, arquitecto que lançou o projecto em colaboração com a designer Cátia Lages.

Desde a aquisição pela Câmara de Viana do Castelo, em 2008, já foram pensados vários fins para a antiga praça, como a transformação num Museu de Ciência Viva ou na sede de um Centro do Mar. Contudo, nenhuma destas ideias avançou, o que despertou a imaginação do movimento vianense.

“Pensámos em aproveitar o facto de Viana ser a primeira cidade antitouradas do país, pegar num espaço que não está a ser usado e dar-lhe uma nova utilidade.” Com este ponto de partida, Tiago Arieira assume a vontade de “dar visibilidade à causa anti-tauromáquica e criar uma dinâmica que permitiria levar o nome da cidade além fronteiras”.

Concurso internacional
Para concretizar o mural e dar-lhe visibilidade fora de portas, o movimento ambiciona promover um concurso internacional em que é solicitado um projecto artístico “em prol dos animais e contra as touradas, mas de uma forma positiva”. “Queremos projectos com referências artísticas mas com uma carga positiva, à semelhança do nosso logótipo em que aludimos a um beijo entre o toureiro e o animal”, salienta Tiago Arieira .

O co-responsável pelo movimento realça ainda a ambição de transfigurar a antiga praça de touros num auditório para eventos opostos daqueles para que os quais foi construído: “Um edifício que foi desenhado com um objectivo [touradas] seria transformado num edifício referência contra a tauromaquia".

Viana Anti-touradas quer explorar de uma forma artística a reacção do público ao seu projecto. É uma iniciativa que une a arquitectura e o design e que procura surpreender, até na forma de obter apoios para a sua causa. Tiago Arieira refere que, numa primeira fase, o esforço passa pela divulgação da ideia do mural na Internet, que irá permitir uma maior “visibilidade” do movimento e, posteriormente, facilitar os “contactos directos com a Câmara e outras entidades que estejam interessadas em apoiar o projecto”.

Fonte do gabinete de imprensa da Câmara de Viana do Castelo confirmou ao P3 que, actualmente, a praça de touros não tem nenhum projecto definido, sendo um espaço que está a aguardar melhores dias, nomeadamente em termos financeiros. Sobre a proposta do movimento Viana Anti-touradas, a mesma fonte revelou que o executivo está receptivo para conhecer a iniciativa.

O mural anti-touradas na praça de touros de Viana do Castelo é um projecto que se afirma independente, sem fins lucrativos e que procura chamar a atenção da comunidade para a problemática das touradas, ao mesmo tempo que visa a dinamização da vida cultural da cidade minhota. Tiago Arieira espera que o projecto idealizado seja um marco importante da 1ª edição da Bienal de Arte, Arquitectura e Design de Viana do Castelo, que está prevista para Setembro de 2012.


Fonte



Para que serve a praça de touros da primeira cidade antitouradas do país?
22.08.2011
A praça de touros de Viana do Castelo foi inaugurada em 1948
A praça de touros de Viana do Castelo foi inaugurada em 1948
Três anos depois de ter sido adquirida pela Câmara de Viana do Castelo, a antiga praça de touros está abandonada e a degradar-se, convertendo-se num problema para o município, que, em 2009, fez história ao transformar-se na primeira "cidade antitouradas" de Portugal.

Quando a praça foi comprada, em 2008, por pouco mais de cinco mil euros, o objectivo era transformá-la em Museu de Ciência Viva. Mais tarde, foi apontada como sede do futuro Centro de Mar. Recentemente, ficou sem destino, depois de o município ter decidido que o equipamento destinado a promover as actividades ligadas ao mar ficaria, afinal, no navio Gil Eannes (ver texto ao lado).

O presidente da Câmara de Viana, José Maria Costa, reconhece que, nesta altura, "não há uma ideia clara" para o espaço. Acrescenta que tem "várias hipóteses em cima da mesa" que prefere não revelar, "por não estarem suficientemente amadurecidas". "É um processo que está em avaliação e cuja decisão será sustentada no próprio desenvolvimento da cidade e das necessidades de equipamentos", acrescenta o autarca sobre o futuro da praça.

Situada na margem direita do rio Lima, no Parque da Cidade, a antiga praça de touros, inaugurada em 1948, é considerada, nos meios artísticos da cidade, como um espaço cuja localização tornaria ideal para receber grandes eventos culturais. Para David Martins, músico e produtor de eventos como o Festival de Jazz de Viana do castelo, que este ano assinalou o 20.º aniversário, o redondel seria "uma excelente sala de produção teatral" que poderia servir "as mais variadas expressões artísticas, desde a dança, ao teatro, música e até ao circo, por se tratar de um chapitô natural".

David Martins sustenta que a antiga praça necessita apenas de uma reavaliação de conceito. Defende que faria mais sentido que o conceito de espaços multiusos, actualmente associado ao Coliseu projectado por Souto Moura, que está em construção na frente ribeirinha da cidade, fosse reservado à praça de touros. "A praça tem mais valências para ser sala multiusos do que o pavilhão que está a ser construído com essa designação", afirma.

Segundo este produtor, o Coliseu, cujas obras pararam em Fevereiro por falta de dinheiro, devendo ser retomadas em Setembro, deveria ver o programa alterado e funcionar como auditório, com pouco mais de mil lugares, para espectáculos de média dimensão. David Martins observa que, assim, ainda com o Teatro Sá de Miranda, que tem 400 lugares, a cidade "ficaria servida com três tipos de salas para eventos de diferentes dimensões".

O produtor acredita que, mais do que de "vontade política", a falta de financiamento "poderá inviabilizar" este tipo de solução. Que "não morreria por falta de público em Viana", garante. "O problema, como noutras zonas do país, é a falta de verba para garantir uma programação contínua", sublinha.

Entre os empresários do concelho, considera-se que uma solução para a praça de touros poderia muito bem passar pela readaptação a centro de feiras e exposições. No entanto, o presidente da Associação Empresarial de Viana do Castelo, Luís Ceia, lembra que essa já é uma função atribuída ao pavilhão da Associação Industrial do Minho (AIMinho), no Campo da Agonia e será também uma das valências do Coliseu de Souto Moura, futuro Centro Cultural de Viana do Castelo.

Quando abrir portas, este equipamento estará preparado para acolher todo o tipo de eventos culturais de âmbito regional, para promoção do turismo, dos produtos tradicionais, do património e da cultura, além de provas desportivas. Eventos ligados à moda, mostras de cinema e vídeo, exposições náuticas foram já propostas anunciadas pela câmara para preencher a programação do Centro Cultural.

Em 2009, o ex-candidato à Presidência da República Defensor Moura, então presidente da Câmara de Viana, anunciou um projecto de reconversão da praça de touros, inaugurada há 62 anos, num Museu de Ciência Viva. Defensor Moura foi também responsável pela proibição de qualquer espectáculo tauromáquico em espaços públicos e privados do município. Na altura, a ideia era criar uma estrutura semelhante ao Museu do Homem, da Corunha, na Galiza. Esse museu funcionaria em articulação com o parque ecológico urbano, mesmo ao lado, com os seus cerca de 23 hectares, a montante da ponte Eiffel, na zona da caldeira de marés das antigas Azenhas D. Prior, junto ao rio Lima.No entanto, quando José Maria Costa, que integrava a vereação de Defensor Moura, chegou à presidência da câmara, o projecto foi considerado desadequado, face à intenção do novo executivo de dar "grande visibilidade" às actividades ligadas ao mar, para dinamizar esse sector económico.

O projecto do Centro de Mar começou então a ganhar forma. Foi elaborado pela Sociedade de Avaliação de Empresas e Risco e chegou a ser anunciada a sua instalação no antigo redondel. Contudo, uma nova reavaliação do processo acabou por eleger o navio Gil Eannes como sede do Centro de Mar, dada a sua proximidade à futura marina Atlântica e aos três centros náuticos de recreio que estão orçados em 5,1 milhões de euros e que vão começar a ser construídos no próximo ano.


publicado por Maluvfx às 07:04
link do post | comentar | favorito
 O que é? |

mais sobre mim
pesquisar
 
Maio 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
11

12
13
14
16
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


posts recentes

Benefícios da Vitamina C

“Vermelho e Negro”

Cavalos e Pessoas II

Cavalos e pessoas I

POR QUE AS TOURADAS SÃO F...

Ponto de Vista VITAL: “A ...

O homem é superior aos an...

"A transmissão das tourad...

Touradas

Por isso é muito difícil ...

arquivos

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Setembro 2008

Agosto 2008

Junho 2008

Fevereiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Setembro 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Maio 2006

Dezembro 2005

Outubro 2003

Julho 2002

tags

todas as tags

favoritos

ANTI-TOURADAS

links
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds