Ética é o conjunto de valores, ou padrões, a partir dos quais uma pessoa entende o que seja certo ou errado e toma decisões. A ética é importante por que respeita os outros e a dignidade humana.

Domingo, 15 de Agosto de 2010
Partido Pelos Animais quer que Santuário de Fátima contribua na construção de canil
Dezenas de pessoas reuniram-se este domingo, dia 15, na rotunda sul, em Fátima, Ourém, para uma manifestação silenciosa pelos animais. A mensagem foi espalhada via facebook pelo Partido Pelos Animais (PPA), na sequência das notícias sobre maus tratos a animais no Santuário de Fátima.


Paulo Borges, porta-voz do PPA, esclareceu a O MIRANTE que o movimento quer propor ao Santuário de Fátima que “use uma pequeníssima parte das elevadas verbas que recebe anualmente para construir um canil/gatil condigno, onde os animais possam viver em boas condições”. “Seria uma forma de o Santuário agir de acordo com os princípios cristãos”, referiu.


A presidente da Associação de Protecção dos Animais Abandonados de Fátima, Céu Romeiro, anunciou que está marcada para dia 31 de Agosto uma reunião com o reitor do Santuário de Fátima, Virgílio Antunes, para debater o futuro dos animais que são encontrados naquele local.


A responsável disse que da parte da Câmara de Ourém tem havido uma repercussão “muito positiva”, estando-se a agir no sentido de construir um canil no concelho.

Fonte: O Mirante


publicado por Maluvfx às 12:50
link do post | comentar | favorito
 O que é? |

Partido Pelos Animais quer que Santuário de Fátima contribua na construção de canil
Dezenas de pessoas reuniram-se este domingo, dia 15, na rotunda sul, em Fátima, Ourém, para uma manifestação silenciosa pelos animais. A mensagem foi espalhada via facebook pelo Partido Pelos Animais (PPA), na sequência das notícias sobre maus tratos a animais no Santuário de Fátima.


Paulo Borges, porta-voz do PPA, esclareceu a O MIRANTE que o movimento quer propor ao Santuário de Fátima que “use uma pequeníssima parte das elevadas verbas que recebe anualmente para construir um canil/gatil condigno, onde os animais possam viver em boas condições”. “Seria uma forma de o Santuário agir de acordo com os princípios cristãos”, referiu.


A presidente da Associação de Protecção dos Animais Abandonados de Fátima, Céu Romeiro, anunciou que está marcada para dia 31 de Agosto uma reunião com o reitor do Santuário de Fátima, Virgílio Antunes, para debater o futuro dos animais que são encontrados naquele local.


A responsável disse que da parte da Câmara de Ourém tem havido uma repercussão “muito positiva”, estando-se a agir no sentido de construir um canil no concelho.

Fonte: O Mirante


publicado por Maluvfx às 12:50
link do post | comentar | favorito
 O que é? |

Dezenas de pessoas em protesto silencioso contra alegados maus tratos de animais em Fátima
Dezenas de pessoas em protesto silencioso contra alegados maus tratos de animais em Fátima

Dezenas de pessoas participaram hoje, domingo, em Fátima, num protesto silencioso contra os alegados maus tratos de animais no santuário, iniciativa que pretendeu sensibilizar a opinião pública para a situação que os organizadores classificam como "escandalosa".

Concentrados na rotunda sul, os manifestantes, trajados de branco ou preto, envergavam cartazes com a inscrição "Vamos dar voz aos animais" e com frases do Papa João Paulo II ou da madre Teresa de Calcutá, distribuindo aos peregrinos um comunicado a explicar o protesto.

O porta voz do Partido pelos Animais (PPA), que promoveu a iniciativa juntamente com a Associação Protectora dos Animais Abandonados de Fátima, fez um balanço "extremamente positivo" do protesto, salientando a presença de pessoas de todo o país "para darem voz aos animais que não a têm e que estão a ser maltratados neste santuário".

Paulo Borges disse esperar que da manifestação resulte "a continuação da sensibilização da opinião pública", mas também "uma maior sensibilização da reitoria do santuário" para um diálogo com as associações que a promoveram e para que considere a sua proposta.

"A nossa proposta é que uma pequeníssima parte das elevadíssimas verbas que são auferidas anualmente no santuário possa ser aplicada na construção de um canil onde os animais possam viver em situações condignas", referiu Paulo Borges, considerando que esta "seria uma actuação perfeitamente de acordo com os princípios cristãos e católicos", além de que "seria uma excelente forma de promover uma boa imagem para o Santuário de Fátima".


Confrontado com o desmentido do santuário, que considerou as acusações de supostos maus tratos a animais como "falsas e caluniosas" e ameaça agir judicialmente contra os autores, e com a investigação da GNR, que concluiu não haver indícios desta situação, o porta voz do PPA remeteu para "reportagens fotográficas" e para outra televisiva.

Por outro lado, salientou que "em Portugal é extremamente difícil que as autoridades se sensibilizem para a evidência de maus tratos aos animais", considerando existir neste âmbito uma "impunidade generalizada".

"Em termos legais, segundo o Código Civil, os animais são considerados meras coisas, portanto há uma falta de sensibilidade das autoridades, há uma falta de sensibilidade jurídica dos magistrados e nós sabemos que é muito difícil levar até às últimas consequências uma investigação deste tipo", observou.

Paulo Borges acrescentou que o que se pretende "é exactamente mostrar que há razões suficientes para não se arquivaram estas investigações, porque há fortes indícios de que os animais são maltratados aqui".

"Pelo menos há uma coisa que o santuário não pode negar: é que os animais abandonados que aqui estão no santuário, que aqui aparecem, são capturados, são entregues à Câmara Municipal de Ourém que, como não tem condições para os manter, vai abatê-los", comentou.

Após o protesto silencioso, os manifestantes vão realizar uma "peregrinação simbólica" até ao local, nas traseiras do santuário, onde alegam que se processam os maus tratos a animais.
Fonte: JN


publicado por Maluvfx às 07:57
link do post | comentar | favorito
 O que é? |

Dezenas de pessoas em protesto silencioso contra alegados maus tratos de animais em Fátima
Dezenas de pessoas em protesto silencioso contra alegados maus tratos de animais em Fátima

Dezenas de pessoas participaram hoje, domingo, em Fátima, num protesto silencioso contra os alegados maus tratos de animais no santuário, iniciativa que pretendeu sensibilizar a opinião pública para a situação que os organizadores classificam como "escandalosa".

Concentrados na rotunda sul, os manifestantes, trajados de branco ou preto, envergavam cartazes com a inscrição "Vamos dar voz aos animais" e com frases do Papa João Paulo II ou da madre Teresa de Calcutá, distribuindo aos peregrinos um comunicado a explicar o protesto.

O porta voz do Partido pelos Animais (PPA), que promoveu a iniciativa juntamente com a Associação Protectora dos Animais Abandonados de Fátima, fez um balanço "extremamente positivo" do protesto, salientando a presença de pessoas de todo o país "para darem voz aos animais que não a têm e que estão a ser maltratados neste santuário".

Paulo Borges disse esperar que da manifestação resulte "a continuação da sensibilização da opinião pública", mas também "uma maior sensibilização da reitoria do santuário" para um diálogo com as associações que a promoveram e para que considere a sua proposta.

"A nossa proposta é que uma pequeníssima parte das elevadíssimas verbas que são auferidas anualmente no santuário possa ser aplicada na construção de um canil onde os animais possam viver em situações condignas", referiu Paulo Borges, considerando que esta "seria uma actuação perfeitamente de acordo com os princípios cristãos e católicos", além de que "seria uma excelente forma de promover uma boa imagem para o Santuário de Fátima".


Confrontado com o desmentido do santuário, que considerou as acusações de supostos maus tratos a animais como "falsas e caluniosas" e ameaça agir judicialmente contra os autores, e com a investigação da GNR, que concluiu não haver indícios desta situação, o porta voz do PPA remeteu para "reportagens fotográficas" e para outra televisiva.

Por outro lado, salientou que "em Portugal é extremamente difícil que as autoridades se sensibilizem para a evidência de maus tratos aos animais", considerando existir neste âmbito uma "impunidade generalizada".

"Em termos legais, segundo o Código Civil, os animais são considerados meras coisas, portanto há uma falta de sensibilidade das autoridades, há uma falta de sensibilidade jurídica dos magistrados e nós sabemos que é muito difícil levar até às últimas consequências uma investigação deste tipo", observou.

Paulo Borges acrescentou que o que se pretende "é exactamente mostrar que há razões suficientes para não se arquivaram estas investigações, porque há fortes indícios de que os animais são maltratados aqui".

"Pelo menos há uma coisa que o santuário não pode negar: é que os animais abandonados que aqui estão no santuário, que aqui aparecem, são capturados, são entregues à Câmara Municipal de Ourém que, como não tem condições para os manter, vai abatê-los", comentou.

Após o protesto silencioso, os manifestantes vão realizar uma "peregrinação simbólica" até ao local, nas traseiras do santuário, onde alegam que se processam os maus tratos a animais.
Fonte: JN


publicado por Maluvfx às 07:57
link do post | comentar | favorito
 O que é? |

Quinta-feira, 12 de Agosto de 2010
Santuário de Fátima nega maus-tratos a cães
O Santuário de Fátima voltou a manifestar-se contra o que classifica de acusações “falsas e caluniosas”, amplamente divulgadas na internet, segundo as quais, por ordem da Reitoria, são maltratados ou abatidos os cães ali encontrados.


“Trata-se de uma tentativa de denegrir a imagem do Santuário de Fátima e da Igreja Católica, pois a campanha foi habilmente lançada na véspera da chegada do Papa Bento XVI a Fátima, em Maio último”, indicam os responsáveis pela instituição.


Em comunicado, o padre Virgílio Antunes, Reitor do Santuário, lamenta a convocação de um “Protesto em Fátima – Dia 15 de Agosto de 2010 - Pela forma como são tratados os animais, nomeadamente cães na zona do Santuário”, promovido pela Associação Protectora dos Animais Abandonados de Fátima (APAAF) com o apoio do Núcleo de Ourém do Partido Pelos Animais (PPA).


Este responsável precisa, como em comunicado anterior, que as “imagens chocantes” que estão a circular via email e disponibilizadas numa página da rede social “Facebook”, que mostram cães enjaulados, “não foram captadas no Santuário”.
O Santuário de Fátima lembra que já foram apresentadas duas queixas junto da GNR, que levou a cabo as respectivas investigações, e que “não foram descobertos nenhuns animais mortos, indícios de maus-tratos ou actos que tipifiquem infracção”.


Para o Reitor do Santuário, “estamos diante de um caso de manipulação das massas através das redes sociais da Internet, onde as pessoas que recebem os textos difamatórios, não têm possibilidade de verificar a identidade dos remetentes nem a veracidade dos acontecimentos referidos”.
O padre Virgílio Antunes condena o “uso abusivo do nome do Santuário de Fátima, instituição querida a muitos milhões de cidadãos portugueses e estrangeiros, em função de uma campanha de defesa dos animais, por os seus autores saberem que esse nome tem um  grande alcance mediático”.


“A defesa dos animais, uma causa muito nobre, não pode ser feita à custa do ataque a pessoas e instituições respeitáveis, nem à custa de calúnias e difamações, num desrespeito ignóbil pela verdade dos factos, como a referida campanha tem feito”, aponta.
O Santuário de Fátima admite, ainda, “agir judicialmente contra as entidades e pessoas promotoras da campanha difamatória contra si perpetrada”.


O comunicado identifica a origem de algumas das fotos utilizadas (cuja visualização pode ser chocante para alguns leitores), que podem ser encontradas aqui.


Fonte: Agência Ecclesia


Nota:Estas são as fotos q circulam na internet:
http://vegetugas.blogspot.com/2010/05/fotos-de-horror-no-santuario-de-fatima.html

http://vegetugas.blogspot.com/2010/05/ha-queixas-de-maus-tratos-caes-em.html

Denúncia:
http://vegetugas.blogspot.com/2010/06/associacao-denuncia-maus-tratos-animais.html

Outras publicações sobre Fátima:
http://vegetugas.blogspot.com/search/label/F%C3%A1tima



tags:

publicado por Maluvfx às 19:18
link do post | comentar | favorito
 O que é? |

Santuário de Fátima nega maus-tratos a cães
O Santuário de Fátima voltou a manifestar-se contra o que classifica de acusações “falsas e caluniosas”, amplamente divulgadas na internet, segundo as quais, por ordem da Reitoria, são maltratados ou abatidos os cães ali encontrados.


“Trata-se de uma tentativa de denegrir a imagem do Santuário de Fátima e da Igreja Católica, pois a campanha foi habilmente lançada na véspera da chegada do Papa Bento XVI a Fátima, em Maio último”, indicam os responsáveis pela instituição.


Em comunicado, o padre Virgílio Antunes, Reitor do Santuário, lamenta a convocação de um “Protesto em Fátima – Dia 15 de Agosto de 2010 - Pela forma como são tratados os animais, nomeadamente cães na zona do Santuário”, promovido pela Associação Protectora dos Animais Abandonados de Fátima (APAAF) com o apoio do Núcleo de Ourém do Partido Pelos Animais (PPA).


Este responsável precisa, como em comunicado anterior, que as “imagens chocantes” que estão a circular via email e disponibilizadas numa página da rede social “Facebook”, que mostram cães enjaulados, “não foram captadas no Santuário”.
O Santuário de Fátima lembra que já foram apresentadas duas queixas junto da GNR, que levou a cabo as respectivas investigações, e que “não foram descobertos nenhuns animais mortos, indícios de maus-tratos ou actos que tipifiquem infracção”.


Para o Reitor do Santuário, “estamos diante de um caso de manipulação das massas através das redes sociais da Internet, onde as pessoas que recebem os textos difamatórios, não têm possibilidade de verificar a identidade dos remetentes nem a veracidade dos acontecimentos referidos”.
O padre Virgílio Antunes condena o “uso abusivo do nome do Santuário de Fátima, instituição querida a muitos milhões de cidadãos portugueses e estrangeiros, em função de uma campanha de defesa dos animais, por os seus autores saberem que esse nome tem um  grande alcance mediático”.


“A defesa dos animais, uma causa muito nobre, não pode ser feita à custa do ataque a pessoas e instituições respeitáveis, nem à custa de calúnias e difamações, num desrespeito ignóbil pela verdade dos factos, como a referida campanha tem feito”, aponta.
O Santuário de Fátima admite, ainda, “agir judicialmente contra as entidades e pessoas promotoras da campanha difamatória contra si perpetrada”.


O comunicado identifica a origem de algumas das fotos utilizadas (cuja visualização pode ser chocante para alguns leitores), que podem ser encontradas aqui.


Fonte: Agência Ecclesia


Nota:Estas são as fotos q circulam na internet:
http://vegetugas.blogspot.com/2010/05/fotos-de-horror-no-santuario-de-fatima.html

http://vegetugas.blogspot.com/2010/05/ha-queixas-de-maus-tratos-caes-em.html

Denúncia:
http://vegetugas.blogspot.com/2010/06/associacao-denuncia-maus-tratos-animais.html

Outras publicações sobre Fátima:
http://vegetugas.blogspot.com/search/label/F%C3%A1tima



tags:

publicado por Maluvfx às 19:18
link do post | comentar | favorito
 O que é? |

Quarta-feira, 11 de Agosto de 2010
Santuário de Fátima rejeita acusações de maus tratos a animais
Denúncia do Partido Pelos Animais

O Santuário de Fátima rejeitou hoje as acusações de maus tratos a animais, que classificou de “falsas e caluniosas”, admitindo agir judicialmente contra os autores da campanha “difamatória” que visa “denegrir” a sua imagem.

Em comunicado, a propósito de uma manifestação agendada para domingo de manhã em Fátima pelo Partido Pelos Animais (PPA) “contra os maus tratos aos animais no santuário”, o reitor da instituição garante que “são falsas e caluniosas as acusações amplamente divulgadas na Internet, segundo as quais, por ordem da reitoria do santuário de Fátima, são maltratados ou abatidos os cães ali encontrados”.

Segundo o PPA, “seguranças [do santuário] capturam regularmente todos os cães que encontram, com ou sem dono, e amontoam-nos numa gaiola nas traseiras do santuário, onde são deixados durante dias, ao sol e à chuva, sem comer nem beber, até que a Câmara Municipal de Ourém os venha buscar para abate”. A organização adianta que, “ao serem apanhados, há cães vítimas de dolorosas agressões com foices e alguns são envenenados e abatidos no próprio local”.

O reitor do santuário assegura que “as imagens chocantes, que mostram cães enjaulados, não foram captadas no santuário”, adiantando que “foram retiradas de um site de luta contra os maus tratos a animais, sem que se cite a fonte”. O responsável esclarece que a GNR, depois de apresentadas duas queixas sobre os alegados maus tratos, concluiu que “não foram descobertos nenhuns animais mortos, indícios de maus tratos ou actos que tipifiquem infracção”.

Para o sacerdote, este caso é “uma tentativa de denegrir a imagem do santuário de Fátima e da igreja católica, pois a campanha foi habilmente lançada na véspera da chegada do papa Bento XVI a Fátima, em Maio último”. O reitor considera ainda que, além de “um caso de manipulação das massas através das redes sociais da Internet”, trata-se do “uso abusivo do nome do santuário de Fátima (...) em função de uma campanha de defesa dos animais, por os seus autores saberem que esse nome tem um grande alcance mediático”.

O porta-voz do PPA, Paulo Borges, reconheceu que estão a circular imagens na Internet relacionadas com maus tratos a animais que não foram tiradas no santuário, salientando que essa situação não é da responsabilidade do partido. Paulo Borges adiantou que “a manifestação vai manter-se”, esclarecendo que “além dos maus tratos aos animais”, o PPA contesta que o santuário, “sabendo que os cães vão ser abatidos, os entregue à Câmara”, o que vai “contra os próprios princípios cristãos”.

É uma espécie de lavar as mãos como Pilatos”, declarou, negando qualquer ataque à igreja católica e manifestando o desejo de que o santuário tome alguma iniciativa, como usar os seus “elevados lucros” para ajudar a construir um canil e gatil em condições.

Fonte: Público


Leia os comentários e deixe a sua opinião!


Resposta ao comunicado publicado pela Reitoria do Santuário de Fátima
No seguimento do comunicado publicado no sítio electrónico da Reitoria do Santuário de Fátima, esclarece-se o seguinte:
- as fotografias que constituem parte do fundamento para o dito protesto são as que se encontram na posse da presidente da Associação Protectora dos Animais Abandonados de Fátima (APAAF), entidade organizadora do protesto; qualquer outra fotografia é, no que a este assunto diz respeito, irrelevante;
- o objectivo do protesto não é difamar, caluniar ou denegrir a imagem do Santuário de Fátima ou da Igreja Católica;
- nunca houve qualquer intenção de utilizar a vinda do Papa Bento XVI a Portugal para denunciar a situação dos animais nas imediações e no recinto do Santuário de Fátima;
 - o PPA considera ofensivo e demonstração de má-fé o uso do advérbio “habilmente” para qualificar uma campanha difamatória que nunca existiu;
- no que a este assunto diz respeito, ao PPA apenas move a luta pela dignificação das condições de vida dos animais que se encontrem nas imediações e recinto do Santuário de Fátima;
- o objectivo do protesto é denunciar a situação dos animais no recinto do Santuário e exigir a alteração da mesma;
- o objectivo do protesto é divulgar a solução proposta pela Associação Protectora dos Animais Abandonados de Fátima com o apoio do Núcleo de Ourém do Partido Pelos Animais: a construção de um canil/gatil com as condições necessárias para abrigar os animais com a dignidade e o respeito que lhes é devido;
- o PPA encontra-se sempre disponível para, a qualquer momento, iniciar diálogo aberto e franco com os responsáveis pela Reitoria, no sentido de encontrar uma resposta que dignifique não apenas os animais não humanos mas de igual modo os animais humanos, que só no exercício do respeito e compaixão por todos os seres podem encontrar a sua própria plena realização.
Quinta-feira, 12 de Agosto de 2010
A Comissão Coordenadora do Partido Pelos Animais


publicado por Maluvfx às 16:36
link do post | comentar | favorito
 O que é? |

Santuário de Fátima rejeita acusações de maus tratos a animais
Denúncia do Partido Pelos Animais

O Santuário de Fátima rejeitou hoje as acusações de maus tratos a animais, que classificou de “falsas e caluniosas”, admitindo agir judicialmente contra os autores da campanha “difamatória” que visa “denegrir” a sua imagem.

Em comunicado, a propósito de uma manifestação agendada para domingo de manhã em Fátima pelo Partido Pelos Animais (PPA) “contra os maus tratos aos animais no santuário”, o reitor da instituição garante que “são falsas e caluniosas as acusações amplamente divulgadas na Internet, segundo as quais, por ordem da reitoria do santuário de Fátima, são maltratados ou abatidos os cães ali encontrados”.

Segundo o PPA, “seguranças [do santuário] capturam regularmente todos os cães que encontram, com ou sem dono, e amontoam-nos numa gaiola nas traseiras do santuário, onde são deixados durante dias, ao sol e à chuva, sem comer nem beber, até que a Câmara Municipal de Ourém os venha buscar para abate”. A organização adianta que, “ao serem apanhados, há cães vítimas de dolorosas agressões com foices e alguns são envenenados e abatidos no próprio local”.

O reitor do santuário assegura que “as imagens chocantes, que mostram cães enjaulados, não foram captadas no santuário”, adiantando que “foram retiradas de um site de luta contra os maus tratos a animais, sem que se cite a fonte”. O responsável esclarece que a GNR, depois de apresentadas duas queixas sobre os alegados maus tratos, concluiu que “não foram descobertos nenhuns animais mortos, indícios de maus tratos ou actos que tipifiquem infracção”.

Para o sacerdote, este caso é “uma tentativa de denegrir a imagem do santuário de Fátima e da igreja católica, pois a campanha foi habilmente lançada na véspera da chegada do papa Bento XVI a Fátima, em Maio último”. O reitor considera ainda que, além de “um caso de manipulação das massas através das redes sociais da Internet”, trata-se do “uso abusivo do nome do santuário de Fátima (...) em função de uma campanha de defesa dos animais, por os seus autores saberem que esse nome tem um grande alcance mediático”.

O porta-voz do PPA, Paulo Borges, reconheceu que estão a circular imagens na Internet relacionadas com maus tratos a animais que não foram tiradas no santuário, salientando que essa situação não é da responsabilidade do partido. Paulo Borges adiantou que “a manifestação vai manter-se”, esclarecendo que “além dos maus tratos aos animais”, o PPA contesta que o santuário, “sabendo que os cães vão ser abatidos, os entregue à Câmara”, o que vai “contra os próprios princípios cristãos”.

É uma espécie de lavar as mãos como Pilatos”, declarou, negando qualquer ataque à igreja católica e manifestando o desejo de que o santuário tome alguma iniciativa, como usar os seus “elevados lucros” para ajudar a construir um canil e gatil em condições.

Fonte: Público


Leia os comentários e deixe a sua opinião!


Resposta ao comunicado publicado pela Reitoria do Santuário de Fátima
No seguimento do comunicado publicado no sítio electrónico da Reitoria do Santuário de Fátima, esclarece-se o seguinte:
- as fotografias que constituem parte do fundamento para o dito protesto são as que se encontram na posse da presidente da Associação Protectora dos Animais Abandonados de Fátima (APAAF), entidade organizadora do protesto; qualquer outra fotografia é, no que a este assunto diz respeito, irrelevante;
- o objectivo do protesto não é difamar, caluniar ou denegrir a imagem do Santuário de Fátima ou da Igreja Católica;
- nunca houve qualquer intenção de utilizar a vinda do Papa Bento XVI a Portugal para denunciar a situação dos animais nas imediações e no recinto do Santuário de Fátima;
 - o PPA considera ofensivo e demonstração de má-fé o uso do advérbio “habilmente” para qualificar uma campanha difamatória que nunca existiu;
- no que a este assunto diz respeito, ao PPA apenas move a luta pela dignificação das condições de vida dos animais que se encontrem nas imediações e recinto do Santuário de Fátima;
- o objectivo do protesto é denunciar a situação dos animais no recinto do Santuário e exigir a alteração da mesma;
- o objectivo do protesto é divulgar a solução proposta pela Associação Protectora dos Animais Abandonados de Fátima com o apoio do Núcleo de Ourém do Partido Pelos Animais: a construção de um canil/gatil com as condições necessárias para abrigar os animais com a dignidade e o respeito que lhes é devido;
- o PPA encontra-se sempre disponível para, a qualquer momento, iniciar diálogo aberto e franco com os responsáveis pela Reitoria, no sentido de encontrar uma resposta que dignifique não apenas os animais não humanos mas de igual modo os animais humanos, que só no exercício do respeito e compaixão por todos os seres podem encontrar a sua própria plena realização.
Quinta-feira, 12 de Agosto de 2010
A Comissão Coordenadora do Partido Pelos Animais


publicado por Maluvfx às 16:36
link do post | comentar | favorito
 O que é? |

Quarta-feira, 14 de Julho de 2010
Comunicado da Reitoria do Santuário de Fátima
COMUNICADO DA REITORIA DO SANTUÁRIO DE FÁTIMA
SOBRE ACUSAÇÕES DE MAUS TRATOS E ABATE ILEGAL DE CÃES

Desde o dia 11 de Maio deste ano, a Reitoria do Santuário de Fátima tem
vindo a receber muitas mensagens por correio electrónico, e muitos
telefonemas, com acusações de prática de maus tratos e abate ilegal de cães,
praticados por funcionários do mesmo Santuário de Fátima e em obediência a
ordens dadas por aquela Reitoria.
Pela leitura das mensagens e pelo teor dos telefonemas recebidos,
depreende-se que as acusações têm origem em textos e fotografias
profusamente divulgados na Internet.

A Reitoria do Santuário de Fátima teve também conhecimento de que o Núcleo
de Protecção Ambiental do Destacamento da GNR de Tomar recebeu uma “Denúncia
SOS Ambiente nº 1505/10, em 12 de Maio de 2010, a informar que os cães
recolhidos no Santuário de Fátima eram abatidos ilegalmente e maltratados”,
em sequência da qual foi desenvolvido um processo de investigação.

Desde os primeiros instantes em que aquelas acusações foram conhecidas, os
responsáveis da Reitoria do Santuário têm-se interrogado sobre a
conveniência de se fazer um comunicado de esclarecimento, tendo decidido
aguardar pelo resultado daquele processo de investigação.

Com data de 7 de Julho de 2010, a Reitoria do Santuário de Fátima recebeu um
documento da Guarda Nacional Republicana – Comando Territorial de Santarém –
Destacamento Territorial de Tomar, com o relatório relativo a “Queixas sobre
maus tratos e abate ilegal de cães, na Freguesia de Fátima, Concelho de
Ourém”, o qual, “em conclusão”, refere que “não foram descobertos nenhuns
animais mortos, indícios de maus tratos ou actos que tipifiquem infracção”.

Perante isto, a Reitoria do Santuário de Fátima comunica agora o seguinte:
1 – Devido a frequentes queixas sobre a presença de cães abandonados dentro
da sua área, o Santuário de Fátima tem procedido à sua recolha, sendo eles
posteriormente entregues no canil municipal de Ourém.
2 – Porém, não dá ordens que contemplem maus tratos ou abate dos animais,
nem tem conhecimento de que haja ocorrências dessa natureza.
3 – As orientações dadas são no sentido de que tudo se faça em total
sintonia com a legalidade e as instituições competentes nesta matéria.
4 – Por isso, a Reitoria do Santuário de Fátima rejeita aquelas acusações e
esclarece que as imagens publicadas que possam indiciar maus tratos ou abate
de cães não são reconhecidas como tendo sido fotografadas no Santuário de
Fátima.

Reitoria do Santuário de Fátima, 13 de Julho de 2010


deReitoria S. F. <reitoria@santuario-fatima.pt>
paramaluvfx@gmail.com
data14 de julho de 2010 11:55
assuntoRE: Animal abuse at Fatima Shrine




Santuário de Fátima desmente acusações de maus tratos a animais

O Santuário de Fátima veio desmentir as acusações sobre maus tratos a animais que têm vindo a ser difundidas através da Internet pela Frente Acção Animal. Segundo comunicado divulgado à comunicação social, a Reitoria do Santuário recebeu um documento da GNR de Tomar, que se encontrava a investigar o caso, onde se conclui que “não foram descobertos nenhuns animais mortos, indícios de maus tratos ou actos que tipifiquem infracção”.

O Santuário de Fátima refere que “devido a frequentes queixas sobre a presença de cães abandonados dentro da sua área, o Santuário de Fátima tem procedido à sua recolha, sendo posteriormente entregues no canil municipal de Ourém”. Aponta também que “não dá ordens que contemplem maus tratos ou abate dos animais, nem tem conhecimento de que haja ocorrências dessa natureza”, garantindo que “as orientações dadas são no sentido de que tudo se faça em total sintonia com a legalidade e as instituições competentes nesta matéria”.

Termina referindo que “a Reitoria do Santuário de Fátima rejeita aquelas acusações e esclarece que as imagens publicadas que possam indiciar maus tratos ou abate de cães não são reconhecidas como tendo sido fotografadas no Santuário de Fátima”. O comunicado refere que a Reitoria preferiu aguardar pela conclusão do processo de investigação da GNR para se manifestar.

Fonte: O Mirante


Santuário de Fátima nega acusações de maus-tratos e abate ilegal de cães
Comunicado da Reitoria assegura que os animais recolhidos são entregues no canil municipal de Ourém

A Reitoria do Santuário de Fátima negou hoje, em comunicado, as acusações de “prática de maus-tratos e abate ilegal de cães”, praticados por funcionários do mesmo Santuário.

O documento admite “frequentes queixas sobre a presença de cães abandonados” dentro do recinto e adianta que “o Santuário de Fátima tem procedido à sua recolha, sendo eles posteriormente entregues no canil municipal de Ourém”.

Os responsáveis pelo Santuário, contudo, negam em absoluto quaisquer “ordens que contemplem maus-tratos ou abate dos animais”, assegurando que não tem conhecimento de “ocorrências dessa natureza”.

“As orientações dadas são no sentido de que tudo se faça em total sintonia com a legalidade e as instituições competentes nesta matéria”, esclarece o comunicado.

As acusações, indica a instituição, têm origem em “textos e fotografias profusamente divulgados na Internet”, incluindo a rede social Facebook.

A Reitoria “rejeita aquelas acusações e esclarece que as imagens publicadas que possam indiciar maus-tratos ou abate de cães não são reconhecidas como tendo sido fotografadas no Santuário de Fátima”.

Segundo o Santuário, o Núcleo de Protecção Ambiental do Destacamento da GNR de Tomar recebeu uma “Denúncia SOS Ambiente n.º 1505/10, em 12 de Maio de 2010, a informar que os cães recolhidos no Santuário de Fátima eram abatidos ilegalmente e maltratados”, em sequência da qual foi desenvolvido um processo de investigação.

Na sequência da investigação “não foram descobertos nenhuns animais mortos, indícios de maus-tratos ou actos que tipifiquem infracção”.

Fonte: Agência Ecclesia

Fonte:Diário de Leiria


publicado por Maluvfx às 07:10
link do post | comentar | favorito
 O que é? |

Comunicado da Reitoria do Santuário de Fátima
COMUNICADO DA REITORIA DO SANTUÁRIO DE FÁTIMA
SOBRE ACUSAÇÕES DE MAUS TRATOS E ABATE ILEGAL DE CÃES

Desde o dia 11 de Maio deste ano, a Reitoria do Santuário de Fátima tem
vindo a receber muitas mensagens por correio electrónico, e muitos
telefonemas, com acusações de prática de maus tratos e abate ilegal de cães,
praticados por funcionários do mesmo Santuário de Fátima e em obediência a
ordens dadas por aquela Reitoria.
Pela leitura das mensagens e pelo teor dos telefonemas recebidos,
depreende-se que as acusações têm origem em textos e fotografias
profusamente divulgados na Internet.

A Reitoria do Santuário de Fátima teve também conhecimento de que o Núcleo
de Protecção Ambiental do Destacamento da GNR de Tomar recebeu uma “Denúncia
SOS Ambiente nº 1505/10, em 12 de Maio de 2010, a informar que os cães
recolhidos no Santuário de Fátima eram abatidos ilegalmente e maltratados”,
em sequência da qual foi desenvolvido um processo de investigação.

Desde os primeiros instantes em que aquelas acusações foram conhecidas, os
responsáveis da Reitoria do Santuário têm-se interrogado sobre a
conveniência de se fazer um comunicado de esclarecimento, tendo decidido
aguardar pelo resultado daquele processo de investigação.

Com data de 7 de Julho de 2010, a Reitoria do Santuário de Fátima recebeu um
documento da Guarda Nacional Republicana – Comando Territorial de Santarém –
Destacamento Territorial de Tomar, com o relatório relativo a “Queixas sobre
maus tratos e abate ilegal de cães, na Freguesia de Fátima, Concelho de
Ourém”, o qual, “em conclusão”, refere que “não foram descobertos nenhuns
animais mortos, indícios de maus tratos ou actos que tipifiquem infracção”.

Perante isto, a Reitoria do Santuário de Fátima comunica agora o seguinte:
1 – Devido a frequentes queixas sobre a presença de cães abandonados dentro
da sua área, o Santuário de Fátima tem procedido à sua recolha, sendo eles
posteriormente entregues no canil municipal de Ourém.
2 – Porém, não dá ordens que contemplem maus tratos ou abate dos animais,
nem tem conhecimento de que haja ocorrências dessa natureza.
3 – As orientações dadas são no sentido de que tudo se faça em total
sintonia com a legalidade e as instituições competentes nesta matéria.
4 – Por isso, a Reitoria do Santuário de Fátima rejeita aquelas acusações e
esclarece que as imagens publicadas que possam indiciar maus tratos ou abate
de cães não são reconhecidas como tendo sido fotografadas no Santuário de
Fátima.

Reitoria do Santuário de Fátima, 13 de Julho de 2010


deReitoria S. F. <reitoria@santuario-fatima.pt>
paramaluvfx@gmail.com
data14 de julho de 2010 11:55
assuntoRE: Animal abuse at Fatima Shrine




Santuário de Fátima desmente acusações de maus tratos a animais

O Santuário de Fátima veio desmentir as acusações sobre maus tratos a animais que têm vindo a ser difundidas através da Internet pela Frente Acção Animal. Segundo comunicado divulgado à comunicação social, a Reitoria do Santuário recebeu um documento da GNR de Tomar, que se encontrava a investigar o caso, onde se conclui que “não foram descobertos nenhuns animais mortos, indícios de maus tratos ou actos que tipifiquem infracção”.

O Santuário de Fátima refere que “devido a frequentes queixas sobre a presença de cães abandonados dentro da sua área, o Santuário de Fátima tem procedido à sua recolha, sendo posteriormente entregues no canil municipal de Ourém”. Aponta também que “não dá ordens que contemplem maus tratos ou abate dos animais, nem tem conhecimento de que haja ocorrências dessa natureza”, garantindo que “as orientações dadas são no sentido de que tudo se faça em total sintonia com a legalidade e as instituições competentes nesta matéria”.

Termina referindo que “a Reitoria do Santuário de Fátima rejeita aquelas acusações e esclarece que as imagens publicadas que possam indiciar maus tratos ou abate de cães não são reconhecidas como tendo sido fotografadas no Santuário de Fátima”. O comunicado refere que a Reitoria preferiu aguardar pela conclusão do processo de investigação da GNR para se manifestar.

Fonte: O Mirante


Santuário de Fátima nega acusações de maus-tratos e abate ilegal de cães
Comunicado da Reitoria assegura que os animais recolhidos são entregues no canil municipal de Ourém

A Reitoria do Santuário de Fátima negou hoje, em comunicado, as acusações de “prática de maus-tratos e abate ilegal de cães”, praticados por funcionários do mesmo Santuário.

O documento admite “frequentes queixas sobre a presença de cães abandonados” dentro do recinto e adianta que “o Santuário de Fátima tem procedido à sua recolha, sendo eles posteriormente entregues no canil municipal de Ourém”.

Os responsáveis pelo Santuário, contudo, negam em absoluto quaisquer “ordens que contemplem maus-tratos ou abate dos animais”, assegurando que não tem conhecimento de “ocorrências dessa natureza”.

“As orientações dadas são no sentido de que tudo se faça em total sintonia com a legalidade e as instituições competentes nesta matéria”, esclarece o comunicado.

As acusações, indica a instituição, têm origem em “textos e fotografias profusamente divulgados na Internet”, incluindo a rede social Facebook.

A Reitoria “rejeita aquelas acusações e esclarece que as imagens publicadas que possam indiciar maus-tratos ou abate de cães não são reconhecidas como tendo sido fotografadas no Santuário de Fátima”.

Segundo o Santuário, o Núcleo de Protecção Ambiental do Destacamento da GNR de Tomar recebeu uma “Denúncia SOS Ambiente n.º 1505/10, em 12 de Maio de 2010, a informar que os cães recolhidos no Santuário de Fátima eram abatidos ilegalmente e maltratados”, em sequência da qual foi desenvolvido um processo de investigação.

Na sequência da investigação “não foram descobertos nenhuns animais mortos, indícios de maus-tratos ou actos que tipifiquem infracção”.

Fonte: Agência Ecclesia

Fonte:Diário de Leiria


publicado por Maluvfx às 07:10
link do post | comentar | favorito
 O que é? |


mais sobre mim
pesquisar
 
Maio 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
11

12
13
14
16
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


posts recentes

Partido Pelos Animais que...

Partido Pelos Animais que...

Dezenas de pessoas em pro...

Dezenas de pessoas em pro...

Santuário de Fátima nega ...

Santuário de Fátima nega ...

Santuário de Fátima rejei...

Santuário de Fátima rejei...

Comunicado da Reitoria do...

Comunicado da Reitoria do...

arquivos

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Setembro 2008

Agosto 2008

Junho 2008

Fevereiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Setembro 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Maio 2006

Dezembro 2005

Outubro 2003

Julho 2002

tags

todas as tags

favoritos

ANTI-TOURADAS

links
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds