Ética é o conjunto de valores, ou padrões, a partir dos quais uma pessoa entende o que seja certo ou errado e toma decisões. A ética é importante por que respeita os outros e a dignidade humana.

Quinta-feira, 13 de Setembro de 2012
Como torturar um touro...
Touro á corda.
 O touro é atado com cordas e arrastado pela vila até que morre de exausão ou degolado pelos populares.
Tradição nos Açores





Touro de 'Coria'
O touro calcorreia e corre horas nas ruas enquando uma multidão atira dardos. Quando está demasiado cansado para continuar a fugir, é morto a tiro e cortam-lhe os testículos .


LOS TOROS DE CORIA SAN JUAN 2012



Touro De La Vega
Torneo del Toro de la Vega de Tordesillas (Valladolid)
Esta bárbara festa popular consiste na perseguição de um touro pela vila. Os homens que o perseguem empunham compridas lanças semelhantes ás usadas em torneios medievais. O touro é o alvo. As lanças são atiradas tantas vezes quantas forem precisas até o matar. A maior parte das vezes os testículos do touro são cortados ,estando o animal ainda vivo.


Acto del Partido Animalista en Tordesillas contra el Toro de la Vega

2012
Protestos em Portugal contra o "Toro de La Vega" - Set 2012





Torneo del Toro de la Vega de Tordesillas 2011



El Toro de la Vega resiste 20 minutos

Vídeo


Toro de la Vega de Tordesillas 2008


PACMA - Partido Animalista Contra el Maltrato Animal en España

Festival 'Toro de la Vega': uma estupidez religiosa.

Segundo informações divulgadas no site da organização espanhola em defesa dos animais AnimaNaturalis, todos os anos, na segunda terça-feira do mês de setembro, em Tordesilhas, município da província de Valladolid, na Espanha. Seguindo uma antiga tradição religiosa, que data do século XV, um touro é levado a atravessar o rio da aldeia para a planície de 'Vega' onde é perseguido a cavalo e a pé por centenas de pessoas, que o atingem com lanças até a sua morte em homenagem à 'Virgem da Penha'.

Ativistas pelos direitos dos animais, intelectuais espanhóis do mundo da arte, da cultura, dos negócios, do ensino, da veterinária e da proteção dos animais se uniram contra o festival sádico e cruel Toro de la Vega, pedindo a sua abolição, Segundo eles, não é possível que na Espanha se entenda como cultura religiosa a humilhação e a tortura de um ser vivo, que se chame de arte um derramamento de sangue.

“O Toro de la Vega representa apenas uma tortura pública, assim como os demais entretenimentos com touros na Espanha e em outros países latino americanos. Exigimos a abolição de tais aberrações, que nos recusamos a ser cúmplices de um amanhã que se horrorizará com a crueldade de alguns ante o silêncio de tantos”, concluíram os signatários do movimento


Touros de Fogo
Esta outra selvajaria consiste em colocar nos cornos do touro bolas de pez e atear fogo ás mesmas. Seguidamente o touro é largado nas ruas. Estas bolas ardem durante horas, queimando o interior do corno, que é extremamente sensível e causando um sofrimento indescritível, bem como queimam o corpo e os olhos. Muitas das vezes os touros tentam suicidar-se contra os muros devido ao horrível sofrimento e dor.
O touro de fogo de Medinacelli não é um caso isolado. Touros de fogo existem em numerosas vilas e cidades espanholas.


No segundo sábado de novembro, todos os anos, um touro é torturado durante a ”celebração” espanhola “Touro de fogo”, em Medinaceli, um município da Espanha localizado na província de Sória, comunidade autônoma de Castela e Leão.

Durante cerca de 23 horas, como em todos os anos, um grupo de jovens locais agarra um touro em nome da tradição e com uma corda retorce seus chifres até conseguir imobilizá-lo em um poste de madeira.

Mas isso é só o começo de uma longa noite para o animal. Em seguida, aproveitam-se de que o animal não pode se mover e colocam duas bolas em seus chifres. Como é feito a cada ano, o touro tenta resistir em vão. Ainda não sabe o que vai acontecer, mas já espera o pior.

Os jovens, então, ateiam fogo nas bolas presas aos chifres e ao redor do animal, e soltam o touro em nome do festejo nacional. O animal se contorce, aterrorizado, e com os olhos abrasados pelo calor das chamas e dos pedaços de brasa que saltam da coroa de espinhos que lhe colocaram.

O fogo brota dos chifres e a fogueira ilumina o rosto de centenas de espectadores, que aplaudem entusiasmados, assim como os governantes do município, que financiam essa tortura pública a um animal.

Essa cena terrível voltou a acontecer, como em todos os anos, neste sábado (14), apesar das 7 mil assinaturas que o Partido Antitaurino Contra os Maus-tratos aos Animais (PACMA) apresentou. Essas assinaturas são provenientes de cidadãos de mais de 90 países, repugnados pela única celebração do touro de fogo que ainda sobrevive em Castela e Leão.

Um vídeo registrou as terríveis cenas de tortura praticada contra o animal.

As assinaturas, reunidas em apenas três semanas, foram entregues na delegação territorial do governo regional em Soria, apoiadas por 150 manifestantes vindos de Bilbao, Madri, Logronho e Valhadolide.

Os manifestantes exibiram nas portas da sede regional vários panfletos com apelos contra os maus-tratos aos animais, entre eles ‘Parem com as touradas’ e ‘Tauromaquia, vergonha nacional’.

Durante o manifesto, o PACMA chamou a atenção para o fato de que, em pleno século XXI, em Medinaceli ainda se queima vivo um animal “como se fosse um herege”.
Fonte: Publico.ES



FonteMovimento Internacional Anti-Touradas


Vale a pena ler:
Chifres em fogo e o sadismo passando a língua nos lábios

por Marcio de Almeida Bueno
Vanguarda Abolicionista


Em 2011
Movimento quer acabar com "Touros de Fogo"
Movimento quer acabar com "Touros de Fogo"
Manifestação contra o "Touro de Fogo/Toro de Fuego" - Correbous
Domingo, 6 de Novembro de 2011, duas manifestações em Portugal integradas num movimento global para acabar com os "Touros de Fogo".
Participe, em frente ao consulado de Espanha no Porto ou da Embaixada em Lisboa.
Lisboa: https://www.facebook.com/event.php?eid=298854516810122
Porto: http://www.facebook.com/event.php?eid=163303777097259

Em 2007: Touro de fogo no Montijo



"Bous a la Mar"


Bous a la Mar (en valenciano: Toros al Mar) es una fiesta patronal de interés turístico nacional que se celebra en la localidad de Denia, Alicante, España, durante la segunda semana del mes de julio (casi coincidiendo con los Sanfermines de Pamplona) en honor de la Santísima Sangre. Aparte de los encierro de vaquillas que van desde la parte alta del pueblo (La Glorieta) hasta la semiplaza de toros montada temporalmente durante las fiestas en el puerto (la otra mitad imaginaria de plaza sería el propio mar), lo más pintoresco de estas fiestas son las corridas, en las que los participantes tratan que las vaquillas caigan al agua.

Además, la fiesta de los Bous se celebra en el marco de las Fiestas Mayores de la ciudad, que hasta hace unos pocos años estaban dedicadas a la Santísima Sangre. En estas Fiestas mayores se realizan conciertos, actuaciones, festivales, y diversos actos para todo tipo de públicos. La Oficina de Turismo de Denia actualiza la información de manera semanal. Tambien se celebran bous a la mar en otras localidades españolas como en Las Casas de Alcanar, en el municipio de Alcanar, Tarragona. Duran una semana durante el mes de agosto.Bous a la Mar (en valenciano: Toros al Mar) es una fiesta patronal de interés turístico nacional que se celebra en la localidad de Denia, Alicante, España, durante la segunda semana del mes de julio (casi coincidiendo con los Sanfermines de Pamplona) en honor de la Santísima Sangre. Aparte de los encierro de vaquillas que van desde la parte alta del pueblo (La Glorieta) hasta la semiplaza de toros montada temporalmente durante las fiestas en el puerto (la otra mitad imaginaria de plaza sería el propio mar), lo más pintoresco de estas fiestas son las corridas, en las que los participantes tratan que las vaquillas caigan al agua.

Además, la fiesta de los Bous se celebra en el marco de las Fiestas Mayores de la ciudad, que hasta hace unos pocos años estaban dedicadas a la Santísima Sangre. En estas Fiestas mayores se realizan conciertos, actuaciones, festivales, y diversos actos para todo tipo de públicos. La Oficina de Turismo de Denia actualiza la información de manera semanal. Tambien se celebran bous a la mar en otras localidades españolas como en Las Casas de Alcanar, en el municipio de Alcanar, Tarragona. Duran una semana durante el mes de agosto.

Touros vão a banhos em Alicante (fotogaleria) "Bous a la Mar" é o nome do ritual anual que arrasta centenas de pessoas a Denia, Espanha, para mergulharem no mar com uma companhia pouco comum: alguns touros.


publicado por Maluvfx às 11:28
link do post | comentar | favorito
 O que é? |

Terça-feira, 1 de Junho de 2010
Como torturar um touro...
Touro á corda.
 O touro é atado com cordas e arrastado pela vila até que morre de exausão ou degolado pelos populares.




Touro de 'Coria'
O touro calcorreia e corre horas nas ruas enquando uma multidão atira dardos. Quando está demasiado cansado para continuar a fugir, é morto a tiro e cortam-lhe os testículos .


LOS TOROS DE CORIA SAN JUAN 2012



Touro De La Vega
Torneo del Toro de la Vega de Tordesillas (Valladolid)
Esta bárbara festa popular consiste na perseguição de um touro pela vila. Os homens que o perseguem empunham compridas lanças semelhantes ás usadas em torneios medievais. O touro é o alvo. As lanças são atiradas tantas vezes quantas forem precisas até o matar. A maior parte das vezes os testículos do touro são cortados ,estando o animal ainda vivo.


Acto del Partido Animalista en Tordesillas contra el Toro de la Vega



Torneo del Toro de la Vega de Tordesillas 2011

El Toro de la Vega resiste 20 minutos
Vídeo


Toro de la Vega de Tordesillas 2008

PACMA - Partido Animalista Contra el Maltrato Animal en España

Festival 'Toro de la Vega': uma estupidez religiosa.

Segundo informações divulgadas no site da organização espanhola em defesa dos animais AnimaNaturalis, todos os anos, na segunda terça-feira do mês de setembro, em Tordesilhas, município da província de Valladolid, na Espanha. Seguindo uma antiga tradição religiosa, que data do século XV, um touro é levado a atravessar o rio da aldeia para a planície de 'Vega' onde é perseguido a cavalo e a pé por centenas de pessoas, que o atingem com lanças até a sua morte em homenagem à 'Virgem da Penha'.

Ativistas pelos direitos dos animais, intelectuais espanhóis do mundo da arte, da cultura, dos negócios, do ensino, da veterinária e da proteção dos animais se uniram contra o festival sádico e cruel Toro de la Vega, pedindo a sua abolição, Segundo eles, não é possível que na Espanha se entenda como cultura religiosa a humilhação e a tortura de um ser vivo, que se chame de arte um derramamento de sangue.

“O Toro de la Vega representa apenas uma tortura pública, assim como os demais entretenimentos com touros na Espanha e em outros países latino americanos. Exigimos a abolição de tais aberrações, que nos recusamos a ser cúmplices de um amanhã que se horrorizará com a crueldade de alguns ante o silêncio de tantos”, concluíram os signatários do movimento

Touros de Fogo
Esta outra selvajaria consiste em colocar nos cornos do touro bolas de pez e atear fogo ás mesmas. Seguidamente o touro é largado nas ruas. Estas bolas ardem durante horas, queimando o interior do corno, que é extremamente sensível e causando um sofrimento indescritível, bem como queimam o corpo e os olhos. Muitas das vezes os touros tentam suicidar-se contra os muros devido ao horrível sofrimento e dor.
O touro de fogo de Medinacelli não é um caso isolado. Touros de fogo existem em numerosas vilas e cidades espanholas.



FonteMovimento Internacional Anti-Touradas

Touro de Fogo - Festas do Montijo 2007


Vale a pena ler:
Chifres em fogo e o sadismo passando a língua nos lábios

por Marcio de Almeida Bueno
Vanguarda Abolicionista




"Bous a la Mar"

Bous a la Mar (en valenciano: Toros al Mar) es una fiesta patronal de interés turístico nacional que se celebra en la localidad de Denia, Alicante, España, durante la segunda semana del mes de julio (casi coincidiendo con los Sanfermines de Pamplona) en honor de la Santísima Sangre. Aparte de los encierro de vaquillas que van desde la parte alta del pueblo (La Glorieta) hasta la semiplaza de toros montada temporalmente durante las fiestas en el puerto (la otra mitad imaginaria de plaza sería el propio mar), lo más pintoresco de estas fiestas son las corridas, en las que los participantes tratan que las vaquillas caigan al agua.

Además, la fiesta de los Bous se celebra en el marco de las Fiestas Mayores de la ciudad, que hasta hace unos pocos años estaban dedicadas a la Santísima Sangre. En estas Fiestas mayores se realizan conciertos, actuaciones, festivales, y diversos actos para todo tipo de públicos. La Oficina de Turismo de Denia actualiza la información de manera semanal. Tambien se celebran bous a la mar en otras localidades españolas como en Las Casas de Alcanar, en el municipio de Alcanar, Tarragona. Duran una semana durante el mes de agosto.Bous a la Mar (en valenciano: Toros al Mar) es una fiesta patronal de interés turístico nacional que se celebra en la localidad de Denia, Alicante, España, durante la segunda semana del mes de julio (casi coincidiendo con los Sanfermines de Pamplona) en honor de la Santísima Sangre. Aparte de los encierro de vaquillas que van desde la parte alta del pueblo (La Glorieta) hasta la semiplaza de toros montada temporalmente durante las fiestas en el puerto (la otra mitad imaginaria de plaza sería el propio mar), lo más pintoresco de estas fiestas son las corridas, en las que los participantes tratan que las vaquillas caigan al agua.

Además, la fiesta de los Bous se celebra en el marco de las Fiestas Mayores de la ciudad, que hasta hace unos pocos años estaban dedicadas a la Santísima Sangre. En estas Fiestas mayores se realizan conciertos, actuaciones, festivales, y diversos actos para todo tipo de públicos. La Oficina de Turismo de Denia actualiza la información de manera semanal. Tambien se celebran bous a la mar en otras localidades españolas como en Las Casas de Alcanar, en el municipio de Alcanar, Tarragona. Duran una semana durante el mes de agosto.

Touros vão a banhos em Alicante (fotogaleria) "Bous a la Mar" é o nome do ritual anual que arrasta centenas de pessoas a Denia, Espanha, para mergulharem no mar com uma companhia pouco comum: alguns touros.


publicado por Maluvfx às 06:57
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
 O que é? |


mais sobre mim
pesquisar
 
Maio 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
11

12
13
14
16
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


posts recentes

Como torturar um touro...

Como torturar um touro...

arquivos

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Setembro 2008

Agosto 2008

Junho 2008

Fevereiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Setembro 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Maio 2006

Dezembro 2005

Outubro 2003

Julho 2002

tags

todas as tags

favoritos

ANTI-TOURADAS

links
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds