Ética é o conjunto de valores, ou padrões, a partir dos quais uma pessoa entende o que seja certo ou errado e toma decisões. A ética é importante por que respeita os outros e a dignidade humana.
Terça-feira, 15 de Fevereiro de 2011
Triatleta Brendan Brazier diz que dieta vegana é a melhor opção para atletas

Vegano, triatleta Brendan Brazier recomenda dieta vegana para atletas melhorarem performance
-

Brendan Brazier é um triatleta participante da famosa competição Iroman -- que inclui provas de corrida, ciclismo e natação. Ele, que também é autor do livro "The Thrive Diet" e ganhador de um prêmio por sua linha de produtos nutricionais "Vega", declarou que seguir a dieta vegana é a melhor opção para atletas desenvolverem boa performance.

"Sou vegano desde os 15 anos, pois eu queria ser um atleta melhor", declarou Brazier, que atualmente está com 35 anos. "Depois, constatei que uma dieta somente a base de vegetais traz enormes benefícios para a performance, e aí comecei a participar profissionalmente de competições".

Canadense, Brazier foi eleito um dos 25 vegetarianos mais fascinantes pela VegNews Magazine, e um dos "40 abaixo dos 40[anos de idade]" mais influentes na indústria da alimentação saudável pela Natural Food Merchandiser.

"Todos os atletas de alto nível que conheço se alimentam de uma dieta basicamente de vegetais", declarou. Brazier citou o colega Dave Zabriskie, um ciclista que participou do Tour de France e recentemente virou vegano para melhorar sua performance no esporte.


Ironman Triathlete Brendan Brazier Says Vegan Diet Is Best For Athletes


publicado por Maluvfx às 10:25
link do post | comentar | favorito

Triatleta Brendan Brazier diz que dieta vegana é a melhor opção para atletas

Vegano, triatleta Brendan Brazier recomenda dieta vegana para atletas melhorarem performance
-

Brendan Brazier é um triatleta participante da famosa competição Iroman -- que inclui provas de corrida, ciclismo e natação. Ele, que também é autor do livro "The Thrive Diet" e ganhador de um prêmio por sua linha de produtos nutricionais "Vega", declarou que seguir a dieta vegana é a melhor opção para atletas desenvolverem boa performance.

"Sou vegano desde os 15 anos, pois eu queria ser um atleta melhor", declarou Brazier, que atualmente está com 35 anos. "Depois, constatei que uma dieta somente a base de vegetais traz enormes benefícios para a performance, e aí comecei a participar profissionalmente de competições".

Canadense, Brazier foi eleito um dos 25 vegetarianos mais fascinantes pela VegNews Magazine, e um dos "40 abaixo dos 40[anos de idade]" mais influentes na indústria da alimentação saudável pela Natural Food Merchandiser.

"Todos os atletas de alto nível que conheço se alimentam de uma dieta basicamente de vegetais", declarou. Brazier citou o colega Dave Zabriskie, um ciclista que participou do Tour de France e recentemente virou vegano para melhorar sua performance no esporte.


Ironman Triathlete Brendan Brazier Says Vegan Diet Is Best For Athletes


publicado por Maluvfx às 10:25
link do post | comentar | favorito

Vencedor do Tour de France acusa carne de má qualidade por possível doping



O espanhol Alberto Contrador, tri-campeão do Tour de France, acusa uma carne de má qualidade por possível doping. Ele alega ter consumido um bife contaminado por Clenbuterol, uma substância às vezes aplicada ao gado para estimular seu crescimento e também para tratamento de asma, quando alguns atletas fazem uso da droga como estimulante.

"É um caso de contaminação de comida em que eu sou a vítima", disse Contrador em entrevista ao Wall Street Journal. Ele disse a um programa de rádio que pessoas que comeram com ele também reclamaram da qualidade da carne, que foi trazida da Espanha pela equipe dele.

Se for constatado que o ciclista fez uso de substância ilegal, ele poderá perder seu título de vencer de 2010 no Tour de France e ser banido do esporte por 2 anos. Entretanto, há evidências de que Contrador e outras pessoas podem ser vítimas dessa contaminação.

Em 1991, a Food and Drug Administration (FDA) alertou que a droga, normalmente em posse de veterinários, estava sendo usada para se conseguir certos benefícios nos animais. A FDA considerou que resíduos de Clenbuterol podem causar mau funcionamento do coração e pulmão nas pessoas que comerem carne contaminadas pela substância.

Vários casos de contaminação deste tipo foram diagnosticados na Europa. Na Espanha, onde Contrador consumiu a carne, o uso do Clenbuterol é bastande controverso. Em 1990, cerca de 135 pessoas que consumiram carne contaminada pela substância foram hospitalizadas com sintomas de taquicardia, espasmos musculares, dor de cabeça, náusea e febre.


publicado por Maluvfx às 10:20
link do post | comentar | favorito

Vencedor do Tour de France acusa carne de má qualidade por possível doping



O espanhol Alberto Contrador, tri-campeão do Tour de France, acusa uma carne de má qualidade por possível doping. Ele alega ter consumido um bife contaminado por Clenbuterol, uma substância às vezes aplicada ao gado para estimular seu crescimento e também para tratamento de asma, quando alguns atletas fazem uso da droga como estimulante.

"É um caso de contaminação de comida em que eu sou a vítima", disse Contrador em entrevista ao Wall Street Journal. Ele disse a um programa de rádio que pessoas que comeram com ele também reclamaram da qualidade da carne, que foi trazida da Espanha pela equipe dele.

Se for constatado que o ciclista fez uso de substância ilegal, ele poderá perder seu título de vencer de 2010 no Tour de France e ser banido do esporte por 2 anos. Entretanto, há evidências de que Contrador e outras pessoas podem ser vítimas dessa contaminação.

Em 1991, a Food and Drug Administration (FDA) alertou que a droga, normalmente em posse de veterinários, estava sendo usada para se conseguir certos benefícios nos animais. A FDA considerou que resíduos de Clenbuterol podem causar mau funcionamento do coração e pulmão nas pessoas que comerem carne contaminadas pela substância.

Vários casos de contaminação deste tipo foram diagnosticados na Europa. Na Espanha, onde Contrador consumiu a carne, o uso do Clenbuterol é bastande controverso. Em 1990, cerca de 135 pessoas que consumiram carne contaminada pela substância foram hospitalizadas com sintomas de taquicardia, espasmos musculares, dor de cabeça, náusea e febre.


publicado por Maluvfx às 10:20
link do post | comentar | favorito

O desafio de dispensar a carne e se entregar ao vegetarianismo
Para aderir, o segredo está na disciplina e na busca dos nutrientes necessários.

Novo Hamburgo - Seja por motivos religiosos, pela busca de uma vida mais saudável ou pela preservação da fauna, muita gente tem deixado de se alimentar com produtos de origem animal – leia-se carne vermelha, de aves, peixes e seus derivados. Os vegetarianos se abstém apenas do consumo de carnes enquanto que os veganos são conhecidos por excluírem de sua rotina também os laticínios, ovos, mel, gelatinas e artigos feitos em couro.

Há casos como o do consultor Luiz Jacintho, que segue a dieta vegetariana há 50 anos, numa experiência que, segundo ele, tem dado certo. Mas para repetir esse exemplo bem sucedido é preciso tomar alguns cuidados. A nutricionista Mônica Schneider alerta sobre a necessidade de uma alimentação equilibrada. "O ser humano precisa de proteínas, carboidratos e gorduras na devida proporção à sua faixa etária", explica. Conforme Mônica, um adulto saudável que deseja adotar o vegetarianismo deve ser orientado sobre as substituições necessárias para suprir a ausência dos nutrientes contidos nos alimentos de origem animal.

NUTRIENTES
A nutricionista Ana Harb salienta que adeptos do vegetarianismo podem, de fato, conquistar benefícios para a saúde. "Eles têm menor nível de colesterol, menores taxas de mortalidade por doenças cardiovasculares, menor índice de obesidade, menor incidência de alcoolismo, constipação, câncer de pulmão e diabetes", afirma. E ela acrescenta que uma dieta bem planejada pode suprir a maioria dos minerais, vitaminas, carboidratos, lipídios e proteínas exigidos pelo organismo.

Porém, Ana também observa que é preciso tomar cuidado, pois os vegetarianos não abdicam apenas de comer carne. Eles também abrem mão de nutrientes importantes e, por este motivo, devem estar atentos à quantidade de proteínas e calorias ingeridas diariamente, evitando problemas como desnutrição e anemia. "Quando a dieta não é balanceada e a alimentação é muito restrita, pode ocorrer o surgimento de deficiências nutricionais", explica.
Antes das mudanças alimentares é preciso buscar orientação. A dieta vegetariana não é recomendada, por exemplo, para crianças e adolescentes, porque nessa idade a fisiologia encontra-se em desenvolvimento. "Se houver a real necessidade desta conduta alimentar, é interessante que a família seja acompanhada por um profissional competente, que irá indicar as devidas substituições e irá monitorar os níveis sanguíneos e a quantidade de ácido fólico e vitamina B12", conclui Mônica.

Cinco décadas

Há 55 anos, o consultor Luiz Jacintho (foto) pegou emprestado do amigo, o artista plástico Ernesto Frederico Scheffel, um livro sobre alimentação naturalista. Os argumentos do autor, um médico italiano, fizeram com que Jacintho refletisse sobre seus hábitos alimentares. "O doutor comparava carnívoros e herbívoros. Os carnívoros têm presas para rasgar a carne e começar a digestão, os herbívoros não", explica.

Conforme Scheffel, as leituras influenciaram Luiz Jacintho. "Eu entro como ponte, porque emprestei o livro ao Luiz. Como, na época, eu almoçava na casa do estudante do Rio de Janeiro, não tinha como seguir a dieta. Devo dizer que nós todos deveríamos ser preparados nesse campo", argumenta Scheffel que, mesmo não seguindo a dieta vegetariana, valoriza uma alimentação saudável.

Depois de ler a obra, Jacintho ficou predisposto a se tornar um vegetariano. "Todos me diziam que o médico italiano e eu estávamos loucos. Falavam que não era possível e que ninguém poderia viver sem carne", lembra. Mas foi nesse momento que Luiz Jacintho conheceu um vegetariano de Novo Hamburgo. "Conversei com esse senhor, que era funcionário dos Correios, e ele me disse que não ingeria carnes há anos", comenta.

Mas foi em um restaurante que o consultor decidiu abandonar de vez a carne. "Pedi um bife a pé. Quando trouxeram o prato, cortei a carne, olhei, coloquei de lado e disse para a minha esposa: a partir de agora, vou até o fim com a experiência", conta.

A decisão completará 50 anos na terça-feira, 15. Neste dia, Jacintho pretende reunir 50 amigos para homenageá-los e comemorar a data. Aos 83 anos de idade, o consultor afirma que a saúde está em dia. "Acredito que só tenha ganhado com essa decisão", diz.

Luiz Jacintho excluiu das refeições somente carnes. A alimentação balanceada faz parte da rotina de Jacintho. No café da manhã, ele ingere iogurtes, frutas e fibras. "Não como nada que voa, nada que nada e nada que anda", finaliza.

O segredo

O segredo dos vegetarianos está em alcançar a quantidade de nutrientes que o corpo exige, sem a ingestão de carnes, através de combinações de inúmeras fontes. Por isso, após a adoção da dieta, o ideal é fazer a compensação dos alimentos que foram excluídos das refeições. Essa substituição deve contemplar o equilíbrio do plano alimentar. Leguminosas, cereais, frutas, legumes e laticínios ajudam neste reparo.

"Caso a dieta não inclua leite e seus derivados, o ideal é ingerir vários tipos de legumes verdes, como brócolis, couves, espinafre, de modo a incluir alimentos que são fontes de cálcio e ferro na alimentação diária", explica a nutricionista Ana Harb.

Enquanto a dieta ovolactovegetariana, que permite a ingestão de ovos e derivados do leite, pode ser adotada sem risco significativo, uma dieta vegetariana radical apresenta ameaças de deficiência nutricional. "Torna-se essencial uma monitorização rigorosa e a correção de qualquer insuficiência, sempre com o acompanhamento de um especialista", conclui Ana.


publicado por Maluvfx às 03:55
link do post | comentar | favorito

O desafio de dispensar a carne e se entregar ao vegetarianismo
Para aderir, o segredo está na disciplina e na busca dos nutrientes necessários.

Novo Hamburgo - Seja por motivos religiosos, pela busca de uma vida mais saudável ou pela preservação da fauna, muita gente tem deixado de se alimentar com produtos de origem animal – leia-se carne vermelha, de aves, peixes e seus derivados. Os vegetarianos se abstém apenas do consumo de carnes enquanto que os veganos são conhecidos por excluírem de sua rotina também os laticínios, ovos, mel, gelatinas e artigos feitos em couro.

Há casos como o do consultor Luiz Jacintho, que segue a dieta vegetariana há 50 anos, numa experiência que, segundo ele, tem dado certo. Mas para repetir esse exemplo bem sucedido é preciso tomar alguns cuidados. A nutricionista Mônica Schneider alerta sobre a necessidade de uma alimentação equilibrada. "O ser humano precisa de proteínas, carboidratos e gorduras na devida proporção à sua faixa etária", explica. Conforme Mônica, um adulto saudável que deseja adotar o vegetarianismo deve ser orientado sobre as substituições necessárias para suprir a ausência dos nutrientes contidos nos alimentos de origem animal.

NUTRIENTES
A nutricionista Ana Harb salienta que adeptos do vegetarianismo podem, de fato, conquistar benefícios para a saúde. "Eles têm menor nível de colesterol, menores taxas de mortalidade por doenças cardiovasculares, menor índice de obesidade, menor incidência de alcoolismo, constipação, câncer de pulmão e diabetes", afirma. E ela acrescenta que uma dieta bem planejada pode suprir a maioria dos minerais, vitaminas, carboidratos, lipídios e proteínas exigidos pelo organismo.

Porém, Ana também observa que é preciso tomar cuidado, pois os vegetarianos não abdicam apenas de comer carne. Eles também abrem mão de nutrientes importantes e, por este motivo, devem estar atentos à quantidade de proteínas e calorias ingeridas diariamente, evitando problemas como desnutrição e anemia. "Quando a dieta não é balanceada e a alimentação é muito restrita, pode ocorrer o surgimento de deficiências nutricionais", explica.
Antes das mudanças alimentares é preciso buscar orientação. A dieta vegetariana não é recomendada, por exemplo, para crianças e adolescentes, porque nessa idade a fisiologia encontra-se em desenvolvimento. "Se houver a real necessidade desta conduta alimentar, é interessante que a família seja acompanhada por um profissional competente, que irá indicar as devidas substituições e irá monitorar os níveis sanguíneos e a quantidade de ácido fólico e vitamina B12", conclui Mônica.

Cinco décadas

Há 55 anos, o consultor Luiz Jacintho (foto) pegou emprestado do amigo, o artista plástico Ernesto Frederico Scheffel, um livro sobre alimentação naturalista. Os argumentos do autor, um médico italiano, fizeram com que Jacintho refletisse sobre seus hábitos alimentares. "O doutor comparava carnívoros e herbívoros. Os carnívoros têm presas para rasgar a carne e começar a digestão, os herbívoros não", explica.

Conforme Scheffel, as leituras influenciaram Luiz Jacintho. "Eu entro como ponte, porque emprestei o livro ao Luiz. Como, na época, eu almoçava na casa do estudante do Rio de Janeiro, não tinha como seguir a dieta. Devo dizer que nós todos deveríamos ser preparados nesse campo", argumenta Scheffel que, mesmo não seguindo a dieta vegetariana, valoriza uma alimentação saudável.

Depois de ler a obra, Jacintho ficou predisposto a se tornar um vegetariano. "Todos me diziam que o médico italiano e eu estávamos loucos. Falavam que não era possível e que ninguém poderia viver sem carne", lembra. Mas foi nesse momento que Luiz Jacintho conheceu um vegetariano de Novo Hamburgo. "Conversei com esse senhor, que era funcionário dos Correios, e ele me disse que não ingeria carnes há anos", comenta.

Mas foi em um restaurante que o consultor decidiu abandonar de vez a carne. "Pedi um bife a pé. Quando trouxeram o prato, cortei a carne, olhei, coloquei de lado e disse para a minha esposa: a partir de agora, vou até o fim com a experiência", conta.

A decisão completará 50 anos na terça-feira, 15. Neste dia, Jacintho pretende reunir 50 amigos para homenageá-los e comemorar a data. Aos 83 anos de idade, o consultor afirma que a saúde está em dia. "Acredito que só tenha ganhado com essa decisão", diz.

Luiz Jacintho excluiu das refeições somente carnes. A alimentação balanceada faz parte da rotina de Jacintho. No café da manhã, ele ingere iogurtes, frutas e fibras. "Não como nada que voa, nada que nada e nada que anda", finaliza.

O segredo

O segredo dos vegetarianos está em alcançar a quantidade de nutrientes que o corpo exige, sem a ingestão de carnes, através de combinações de inúmeras fontes. Por isso, após a adoção da dieta, o ideal é fazer a compensação dos alimentos que foram excluídos das refeições. Essa substituição deve contemplar o equilíbrio do plano alimentar. Leguminosas, cereais, frutas, legumes e laticínios ajudam neste reparo.

"Caso a dieta não inclua leite e seus derivados, o ideal é ingerir vários tipos de legumes verdes, como brócolis, couves, espinafre, de modo a incluir alimentos que são fontes de cálcio e ferro na alimentação diária", explica a nutricionista Ana Harb.

Enquanto a dieta ovolactovegetariana, que permite a ingestão de ovos e derivados do leite, pode ser adotada sem risco significativo, uma dieta vegetariana radical apresenta ameaças de deficiência nutricional. "Torna-se essencial uma monitorização rigorosa e a correção de qualquer insuficiência, sempre com o acompanhamento de um especialista", conclui Ana.


publicado por Maluvfx às 03:55
link do post | comentar | favorito

Partido pelos Animais e pela Natureza

tags: ,

publicado por Maluvfx às 03:28
link do post | comentar | favorito

Partido pelos Animais e pela Natureza

tags: ,

publicado por Maluvfx às 03:28
link do post | comentar | favorito

Sábado, 12 de Fevereiro de 2011
Tourada é tortura, não é arte nem cultura.
Tourada é tortura, não é arte nem cultura.''A abolição das corridas de touros na Catalunha foi aprovada pelo Parlamento da Catalunha, em 28 de julho de 2010 a partir de uma iniciativa legislativa popular originária da Catalunha (Espanha) pela Plataforma Prou. Para obter a proibição de touradas na Catalunha. A votação foi 68 votos a favor, 55 contra e 9 abstenções. A comunidade autônoma da Catalunha, assim, se torna a segunda região da Espanha com proibição de corridas de touros após as Ilhas Canárias em 1991.

A adoção da ILP revoga a exceção do parágrafo segundo do artigo 6.º da Lei de Proteção Animal.’’
Fonte: Wikipedia.
Touradas é um absurdo!Vários animais morrem por causa dessa palhaçada do ser humano.
Pergunto-me como um ser humano pode ser tão cruel com os animais. Não é só o touro,mas diversos animais como:Cachorro,gato,vaca,pássaros,onças,etc...
Esses “sem alma”,(é como eu me refiro há esse tipo de ser humano)deve achar que o animal não deve sentir nenhum tipo dor,ou sofrimento.Mas pelo ao contrario eles sentem dor igual a gente,e por muita das vezes são bem mais sensíveis.
A questão é que estamos caminhando no caminho certo!Temos que parar de ir assistir esses ‘’espetáculos’’.E respeitar os animais.

Este vídeo faz uma demonstração de crueldade praticada em animais através das touradas, um "espetáculo" degradante e sangrento...

tags:

publicado por Maluvfx às 05:51
link do post | comentar | favorito

Tourada é tortura, não é arte nem cultura.
Tourada é tortura, não é arte nem cultura.''A abolição das corridas de touros na Catalunha foi aprovada pelo Parlamento da Catalunha, em 28 de julho de 2010 a partir de uma iniciativa legislativa popular originária da Catalunha (Espanha) pela Plataforma Prou. Para obter a proibição de touradas na Catalunha. A votação foi 68 votos a favor, 55 contra e 9 abstenções. A comunidade autônoma da Catalunha, assim, se torna a segunda região da Espanha com proibição de corridas de touros após as Ilhas Canárias em 1991.

A adoção da ILP revoga a exceção do parágrafo segundo do artigo 6.º da Lei de Proteção Animal.’’
Fonte: Wikipedia.
Touradas é um absurdo!Vários animais morrem por causa dessa palhaçada do ser humano.
Pergunto-me como um ser humano pode ser tão cruel com os animais. Não é só o touro,mas diversos animais como:Cachorro,gato,vaca,pássaros,onças,etc...
Esses “sem alma”,(é como eu me refiro há esse tipo de ser humano)deve achar que o animal não deve sentir nenhum tipo dor,ou sofrimento.Mas pelo ao contrario eles sentem dor igual a gente,e por muita das vezes são bem mais sensíveis.
A questão é que estamos caminhando no caminho certo!Temos que parar de ir assistir esses ‘’espetáculos’’.E respeitar os animais.

Este vídeo faz uma demonstração de crueldade praticada em animais através das touradas, um "espetáculo" degradante e sangrento...

tags:

publicado por Maluvfx às 05:51
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Maio 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
11

12
13
14
16
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


posts recentes

Benefícios da Vitamina C

“Vermelho e Negro”

Cavalos e Pessoas II

Cavalos e pessoas I

POR QUE AS TOURADAS SÃO F...

Ponto de Vista VITAL: “A ...

O homem é superior aos an...

"A transmissão das tourad...

Touradas

Por isso é muito difícil ...

arquivos

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Setembro 2008

Agosto 2008

Junho 2008

Fevereiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Setembro 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Maio 2006

Dezembro 2005

Outubro 2003

Julho 2002

tags

todas as tags

favoritos

ANTI-TOURADAS

links
blogs SAPO
subscrever feeds