Ética é o conjunto de valores, ou padrões, a partir dos quais uma pessoa entende o que seja certo ou errado e toma decisões. A ética é importante por que respeita os outros e a dignidade humana.

Domingo, 4 de Julho de 2010
Nova Zelândia conquista penas mais severas para crimes contra animais
Por Giovanna Chinellato (da Redação)
Dez meses atrás, a Paw Justice levantou uma ação legal contra o abuso de animais na Nova Zelândia, iniciando uma campanha a nível nacional e uma petição voltada para aumentar a pena de quem abusa de animais. Felizmente, essas penalidades mais severas são agora uma realidade.
Foto: AP
Criminosos que abusam de animais agora pagam uma pena maior para um leque mais abrangente de ofensas, e basicamente passarão mais tempo na prisão, sendo mais severamente impedidos do contato com animais.
Mudanças assim não surgem do nada, nem sem a assistência de um grande número de pessoas. Conforme reportagem do jornal NZ Herald, todos os neozelandeses que assinaram a petição e ergueram a voz contra o abuso de animais podem agora sentir-se orgulhosos e responsáveis por esta vitória. A RNZSPCA, que apoiou firmemente os neozelandeses, ajudou a criar as leis. Unidos a neozelandeses que amam seus animais, eles todos fizeram a diferença.
Essas mudanças são os primeiros passos para pôr um fim às atrocidades cometidas contra os animais no país.
A Paw Justice continuará com sua missão educativa, de advocacia e sua ação pelo bem-estar animal.
A Paw Justice pretende monitorar a fiscalização das leis de bem-estar animal, e particularmente sentenciar com penalidades mais severas. Estaremos juntos pelos animais com todos os neozelandeses de compaixão, trazendo união entre os amantes de animais, educando os mais novos, encorajando denúncias, providenciando assistência prática para famílias de animais abusados e lutando por aqueles que não podem lutar por si mesmos. Os animais agradecem.
via ANDA


publicado por Maluvfx às 13:37
link do post | comentar | favorito

Terça-feira, 15 de Junho de 2010
Campanha do Agasalho para animais têm início

Aqueça os cães e gatos de Itu e Salto!
Com as baixas temperaturas os cães e gatos abandonados também sofrem com o frio, e por isso a Bichos SA volta a realizar esse ano a Campanha do Agasalho 2010 para animais, que recolherá até o dia 12 de julho, produtos para aquecer os animais de Itu e Salto.
As doações (roupinhas, cobertores, mantas, caminhas, flanelas, toalhas ou outros produtos úteis) poderão ser depositadas nas caixas espalhadas em pontos das cidades. Os produtos serão distribuídos para cachorros de rua, e para os animais da Associação e de Socorro e Proteção aos Animais (ASPA).
A ação foi realizada pela primeira vez, em 2009, onde foram arrecadados mais de 300 itens para aquecer os amigos de 4 patas. Devido ao ótimo resultado, este ano a entidade está repetindo a dose.
A grande novidade da Campanha 2010 é a realização da primeira arrecadação na cidade de Salto, pela União Saltense de Proteção aos Animais (USPA).

Pedido da Bichos SA!
O inverno é gostoso pra quem tem conforto, mas para quem não tem, é uma época difícil. Por isso pedimos a colaboração de todos para ajudar os animais desprotegidos, e que vivem em situação de risco.
Para eles esse ato de solidariedade é fundamental, já que geralmente têm saúde agravada por maus-tratos e moram em condições nem sempre ideais. Os cães precisam de proteção, podem morrer de frio, assim precisam estar com a temperatura adequada.
Abra o coração e seus armários, colaborando com animais carentes de Itu e Salto!!!
PONTOS DE ARRECADAÇÃO:
ITU
> Antonio Cesar Dias Micai
Rua Santa Rita, 1374 – centro
> Arca de Noé
Rua Benjamim Constant, 174 – centro
> M. Camila Scavacini
Rua Convenção, 413 Vila Nova
> Mundo Animal
Rua doutor Graciano Geribello, 774 – Bairro Alto
> Padre Bento Clinica Veterinária e Pet Shop
Rua Padre Jose de Campos Lara, 264 - Vila Padre Bento
> Ração e Medicamentos veterinários em Itu
Avenida Dr. Otaviano Pereira Mendes, 551 - Centro
> Câmara de Vereadores de Itu
Alameda Barão do Rio Branco, 28 - Centro
SALTO
> Shopping Center Salto
Avenida Dom Pedro II, 1226 – Centro
> Pet Shop Melhor Amigo
Avenida José Maria Marques de Oliveira, 922 – Vila Norma
> Agropet Pica Pau
Rua da Pátria, 91 – Cecap
> Coisas de Bicho
Rua Rui Barbosa, 153 – Centro
> Girassol
Rua Floriano Peixoto, 2569 – Nações
> Toca dos Bichos
Rua José de Almeida Teixeira, 285 – Centro
> Castelinho
Rua Rui Barbosa, 1042 – Centro
> Planeta Pet
Rua Quintino Bocaiúva, 236 – Centro
> 4 Patas
Rua Henrique Viscardi, 978- Vila Henrique
Bichos S/A
A entidade não tem abrigo, mas nasceu para ajudar aquelas que têm. Seu papel é fiscalizar e apoiar todos que direta ou indiretamente auxiliam animais em situação de risco. Seus objetivos são: Trabalhar a prevenção do abandono de animais, investindo em informações e na divulgação da posse responsável.
E prover ações que ajudem a manter abrigos e pessoas que protegem animais, com campanhas de arrecadação de alimentos, remédios, castrações, etc.
ASPA
Fundada em março de 2006 com o objetivo de ajudar animais abandonados e que sofriam maus tratos, possui atualmente 270 cães, divididos em grande área e vários canis, separados por tamanho, idade e principalmente afinidade. Todos têm assistência veterinária, são vacinados e vermifugados anualmente. O projeto inicial era recuperá-los e colocá-los para adoção, mas animais que passam de um ano dificilmente são adotados.

A associação recebe ajuda da Prefeitura de Itu, mas os gastos são inúmeros, com ração, vacinas, vermífugos, medicamentos, veterinários e etc... Assim sempre há a necessidade de todo tipo de ajuda, seja material ou voluntária. A ASPA sempre tem cães para adoção. Mais informações pelo telefone (11) 4022-3642.
USPAUnião Saltense de Proteção aos Animais (USPA) surgiu há mais de 10 anos. Animais abandonados são recolhidos e recebem os cuidados básicos como higiene e vermifugação. Em casos de doenças e atropelamentos, eles são encaminhados para um veterinário. Depois são doados e os futuros donos são conscientizados sobre os cuidados necessários e assina um termo de posse responsável, que inclui o incentivo a castração.

Todo este cuidado, no entanto, requer além de muita força de vontade, muita verba. A USPA conta com alguns sócios que contribuem mensalmente com o valor que podem, mas ainda assim, não é suficiente. Dessa maneira, a USPA sempre busca a ajuda e solidariedade de novos sócios para continuar seu trabalho. Mais informações pelo telefone (11) 6639-3261, contato Sheila Ferreira.
fonte

tags:

publicado por Maluvfx às 00:34
link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 14 de Junho de 2010
Publicidade - os direitos dos animais
Criatividade e consciencialização são palavras de ordem na nova campanha publicitária realizada pela agência WCRS, que assina Born Free “Keep wildlife in the Wild”. Qualquer um de nós tem consciência da quantidade de pessoas, que por falta de recursos ou alternativas, vivem nas ruas. A última campanha da Born Free, pega nesta ideia e coloca animais selvagens, sem lar, em cenários urbanos. A ideia é chocar e sensibilizar para o facto de existirem milhares de animais nestas circunstâncias, animais esses que não tiveram nem têm poder de escolha, pois alguém ou todos nós contribuímos para a destruição do seu Habitat Natural.
É importante referir, que para além do impacto visual esta campanha foca temáticas de facto importantes para a actualidade em que vivemos.
Animais sem casa e a destruição dos habitats naturais, o desenvolvimento e a construção de um número crescente de cidades e estruturas que consequentemente levam a que milhares de espécies animais percam as suas casas, o ambiente selvagem que é destruído sem quaisquer reservas, são temas que a Born Freen pretende abordar e fazer chegar a todos nós, para que a missão de protecção das espécies e conservação do seu habita seja alcançada.

A Born Free é uma fundação que acredita acima de tudo que os animais selvagens tem direito a viver no seu ambiente natural. A destruição destes ambientes e habitats naturais deve-se a um conjunto de factores, tais como a desflorestação, as guerras, as alterações climáticas, a agricultura e o crescimento da população que provoca o aumento dos centros urbanos. Ganhamos e construímos casas, muitas vezes roubando ou retirando a casa a muitos destes animais.
Esta campanha brilhante, usa a fotografia de George Logan e as habilidades criativas da empresa de publicidade WCRS. É importante referir que todos os serviços desenvolvidos e o espaço da publicidade foram doados, de forma a aumentar a consciencialização para este problema e ajudar a Born Free nesta missão. As imagens de animais selvagens colocadas em cenários urbanos, pretendem chocar e alertar para o ritmo alarmante com que a natureza e habitat selvagens são hoje destruídos.

Fonte: Obvious


publicado por Maluvfx às 00:34
link do post | comentar | favorito

Domingo, 6 de Junho de 2010
Hard Rock Cafe de Londres lança cardápio inspirado na 'Segunda Sem Carne'
O Hard Rock Cafe de Londres está apoiando a campanha "Segunda Sem Carne", criada pelo cantor Paul McCartney. A partir do dia 7 de junho, o menu apresentará uma série de opções vegetarianas.

Segundo a assessoria de imprensa do restaurante, o cardápio incluirá hambúrgueres vegetarianos da marca lançada pela filha do cantor, Linda McCartney.



A motivação do ex-Beatle em relação a campanha é para fazer com que as pessoas pensem na relação do consumo de carnes com a degradação do meio ambiente. "Ter pelo menos um dia da semana livre de carne é uma grande mudança que todo mundo pode fazer, e gera um impacto político, ético e ambiental, de uma só vez", declarou McCartney.

Um relatório recente das Nações Unidas aponta que a diminuição no consumo de carne e derivados de animais é algo extremamente necessário para tornar o planeta sustentável para a população mundial que, em 2050, deverá ultrapassar 9 bilhões de pessoas.

O estudo diz ainda que a indústria que envolve os animais é responsável por 70% do consumo de água potável, 38% do uso de terras e 19% pelas emissões de gases causadores do efeito estufa.

Fonte: Vida Vegetariana


publicado por Maluvfx às 10:37
link do post | comentar | favorito

Sábado, 29 de Maio de 2010
Mickey Rourke apoia campanha de adoção e castração na Índia

“Quanto mais filhotes de cães nascem, mães cães ficam sem lar, porque simplesmente não existem lares suficientes e bons para eles.” Esse é o texto que acompanha a foto do ator Hollywoodiano Mickey Rourke em uma campanha feita pela PETA (Pessoas Pelo Tratamento Ético dos Animais) para a Índia. Na imagem, o cantor segura seu cãozinho resgatado, Jaws.

“Se você estiver considerando adicionar um cão ou gato à sua família, nunca compre, sempre adote um animal sem lar”, disse a coordenadora da campanha no país, Madhuri Deshmukh.

Existem cerca de 25 milhões de cães lutando para sobreviver nas ruas indianas. A maioria deles é mal tratada, faminta e ferida. Um número grande é mantido em abrigos, informa a PETA. Além de pedir que as pessoas adotem os animais, a ONG também pede que as pessoas os castrem.

Fonte: Movies.ndtv
via Lobo Repórter


publicado por Maluvfx às 19:41
link do post | comentar | favorito

Domingo, 2 de Maio de 2010
Esperança ao 'Patinhas Online: ' Protesto contra desativação do canil da USP obtém resultados favoráveis

Patinhas Online 
patinhasonline@gmail.com
Atualização e agradecimentos
Pessoal, a manifestação a favor da permanência do Patinhas Online no projeto de adoção realizado com os cães da USP foi um sucesso. Tivemos cerca de 110 pessoas presentes ao ato pacífico para que a Reitoria da Universidade nos ouvisse. Isso em pleno “horário comercial”, quando os voluntários têm que trabalhar, já que não somos desocupados. Imaginem o barulho que podemos fazer e a força que temos para lutar pelos direitos dos nossos peludos.
Sabemos que aqueles que não puderam comparecer estão curiosos para saber o desfecho da situação. Ontem, por força da mobilização dessas pessoas todas, conseguimos ser finalmente ouvidos por alguém que, em tese, faz parte do projeto existente na USP para tratar das questões dos animais abandonados no campus, o Professor José Antonio Visintin, Diretor da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia.
Fomos informados a respeito do referido projeto, discutimos qual o papel que a FMVZ teria na questão e, por fim, o mais importante, abrimos um canal de comunicação até então inexistente. Soubemos também que, embora a placa de desativação ainda persista, o canil não será desativado. Infelizmente, o Diretor da Faculdade não pôde nos assegurar a participação do Patinhas Online no projeto (embora tenha dito e repetido diversas vezes que não se opõe e reconhece o trabalho executado hoje pelos voluntários), pois de acordo com ele, a decisão é de toda uma comissão que está cuidando do assunto. Ficou nos devendo então uma resposta por parte da Coordenadoria do Campus.
Conseguimos algumas respostas práticas sobre como seria tal projeto, quem cuidaria da saúde dos cães (FMVZ), quem cuidaria da infra-estrutura (COCESP) e quem cuidaria de todo o dia a dia com os animais e dos trabalhos de adoção e posse responsável (protetores e voluntários) e é nesse ponto que persiste a questão: serão esses “protetores e voluntários” o Projeto Patinhas Online e o Projeto USP-Convive? Não conseguimos essa resposta e nos preocupa que pessoas que não são ligadas à causa assumam isso por motivos que desconhecemos.
Pode parecer pouco o que conseguimos se avaliarmos toda a dedicação que demos a isso, entretanto fica como um voto de confiança. Acreditamos que uma pessoa encarregada de coordenar uma Faculdade conceituada não deixará de cumprir o combinado, que é, basicamente, nos manter informados e endossar nossa participação no projeto. Caso sejamos convidados a participar, o faremos de bom grado, desde que todas as decisões priorizem o bem estar dos cães do campus.
Devemos lembrar que não há nenhuma garantia real, ou seja, continuamos mobilizados e alertas. Existe uma diferença básica entre a visão administrativa de uma Universidade e a visão humanitária dos protetores. Ambas podem caminhar juntas, mas em um determinado ponto não há negociação: a prioridade tem que ser os animais.  
Não queremos ser afastados, pois oferecemos aos cães o suporte emocional que nenhum trabalho institucionalizado poderia oferecer, pois trabalhamos unicamente por amor, sem nenhum interesse oculto. Seria fácil se nos afastassemos do problema – protetores em dificuldades não faltam, existem cães abandonados em todas as partes da cidade e procuramos ajudar a todos que podemos, mas temos um vínculo com estes animais e temos o direito de nos preocupar com o futuro deles. Acompanhamos as histórias de todos desde o início, recuperamos muitos animais que teriam sido simplesmente descartados em uma primeira avaliação (aliás, o mascote dessa campanha deveria ser o Lucky – foi um trabalho árduo recuperá-lo de uma doença classificada como “sem tratamento” e hoje ele se apresenta com plenas chances de ser adotado. E creio que teremos boas notícias em breve para ele).
Vídeos do Lucky, na ordem:
05/11/2008 – http://www.youtube.com/watch?v=a4DsTBm3zPA&feature=related
11/04/2009 – http://www.youtube.com/watch?v=QbJ2cjdbtMU&feature=related
31/05/2009 – http://www.youtube.com/watch?v=e5XTxBTKQgM&feature=related
Gostaríamos também de deixar claro que quando nos referimos à FMVZ, estamos falando da administração. De decisões administrativas e não veterinárias. Quanto aos alunos, só temos a agradecer, pois muitos fazem parte de nosso corpo de voluntários e só acrescentam ao nosso trabalho. Esperamos que todos mantenham o espírito que os motivou a cursar essa faculdade, que tenham foco nos animais, sempre, que sejam idealistas e loucos pelos bichos, assim como nós. Muitos de nós gostariam de estar em seus lugares e não puderam, então vocês representam um pouco de nós no mundo.  
Por fim, gostaríamos de agradecer por toda ajuda e apoio recebidos de nossos voluntários e amigos. Sem vocês sequer teríamos começado com tudo isso. O Projeto todo depende de vocês e pudemos perceber e nos comover com a dedicação. Sabemos que contamos com amigos de verdade nesse meio, pessoas que lutam pela mesma causa e que não querem nada em troca, exceto o bem estar dos animais. Vocês são muito especiais e estão fazendo a diferença no mundo.  
Agradecemos também a cobertura dos meios de comunicação. A lista de notícias e sites que divulgaram o assunto está em nosso blog.
Agradecimento especial às ONGs e grupos de ajuda aos animais que se empenharam em colaborar conosco. Contem conosco sempre que precisarem!
E, claro, voluntários HERÓIS que estiveram conosco e encararam um frio de rachar no começo da noite de ontem, dispostos a ficar até segunda-feira à tarde esperando por uma reunião… lembrem-se de ficar atentos e mobilizados, pois ainda não temos garantias. Foi apenas o primeiro passo, falta todo o resto da caminhada.
Manteremos a todos informados conforme aparecerem novidades. As fotos da manifestação estão em nossa página no orkut e os vídeos em nosso canal no youtube.
Equipe Patinhas Online
www.patinhasonline.com.br
via ANDA


publicado por Maluvfx às 12:45
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Um 1º de Maio que esquece parte dos trabalhadores


Fotos: Chicote Nunca Mais

Então neste sábado é mezzo-feriado, graças ao Dia do Trabalho / Dia do Trabalhador, conforme o ângulo por onde se esteja olhando. Sendo o trabalho mais que uma mera ferramenta da subsistência, mas um ato moral com o qual se obtém respeito e credibilidade, parte dos trabalhadores não são vistos como tal. Estão abaixo de qualquer empregado ou patrão, sem direitos ou Fundo de Garantia, com uma aposentadoria atrelada à morte ‘humanitária’.
Quem puxa uma carroça por horas a fio, ferrado nos cascos e na boca, é um cidadão invisível no cotidiano ‘coelhinho-da-Duracell’ das grandes cidades, presença obrigatória no mecanismo cruel que faz sumir o lixo da frente da casa de cada morador. Não é uma atividade voluntária, e do potro que recebe ‘lições de conduta’ até o cavalo adulto que sofre, sedento, pela burocracia pança-cheia, é uma triste linha de vida. Em paralelo aos que conduzem a carroça.
Alguns glamourizam e ideologizam a coisa toda, como se a carroça fosse símbolo de auto-afirmação valente e política, que não se curva ‘aos poderosos’. Sem esses óculos de lentes cor-de-rosa, o que se vê são miseráveis explorados por alguns um pouco menos miseráveis, sucessivamente, até chegar em um rico empresário, que pinga centavos pelo quilo do lixo valioso. Filhos de carroceiros condenados a também, e somente, ser carroceiros, e basta um olhar atento para vermos que o ‘pra valer’ começa na idade escolar.
Esse nó social se sustenta pelo baixo custo de manutenção de um cvalo, que, ‘amigo do homem’, trabalha de Sol a Sol comendo e bebendo pouco, sem assistência e nem sinal de liberdade, abençoado – muitas vezes – pela morte súbida, precoce e rápiada, no asfalto quente e imundo da Capital. Não sofre mais, pelo menos.
Alguns abnegados ainda correm atrás, no ritmo enxuga-gelo, para socorrer os cavalos estourados pelo expediente forçado, sem remuneração nem escolha. Ficar preso em um aparato de amarras, cordas e ferros, movimentando um veículo instável e pesado cheio de entulho – e mais um, dois ou mais humanos – sem ter pecados a pagar, deve ser uma sensação e tanto. Quando um sapato aperta, eu penso na exaustão eqüina sem chance de defesa, argumentação fiolosófica, pedido de um copo d’água ou mesmo ‘chamar um guarda’.
E como os que puxam carroça, muitos animais foram cooptados pelo RH da humanidade, à força, e fazem o mundo girar no ritmo de seu cansaço. As cenas do trabalho rural com diversos animais não-humanos tomando parte na ativdiade sempre foram captadas pelas lentes sensíveis de fotógrafos para exalar bucolismo, e raramente denúncia. São cachorros cuja vida se mede no comprimento da eterna corrente, são as bestas de carga, os que correm atrás dos rebanhos etc. Escravos que cuidam e manejam outros escravos, presos que estão à prórpia condição de terem sido subjugados ou frustrados nas primeiras tentativas de liberdade, pela mão humana.
Esse patrão exigente que drena a vida de seus comandados, e que descansa no 1º de Maio.



publicado por Maluvfx às 00:55
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Quinta-feira, 29 de Abril de 2010
AMANHÃ! Manifestação na USP contra a extinção do Patinhas Online

Instituto Nina Rosa
29/04/2010
 
MANIFESTAÇÃO CONTRA FECHAMENTO DE CANIL NA USP

 
É nesta sexta pessoal, AMANHÃ!: manifestação na USP contra a extinção do Patinhas Online
 
Sexta-feira, 30 de abril, 15h na USP - São Paulo/SP

Pessoal, como até o momento não obtivemos nenhum retorno quanto à possível desativação do canil (e o destino de mais de cem cães que lá vivem), está confirmada nossa manifestação para tentar impedir o fim do canil.

Sabemos que é muito complicado para as pessoas que trabalham deixar seus afazeres em dia de semana, mas é essencial que seja na sexta-feira, visto que aos finais de semana não há possibilidade de contato com os representantes da USP. Por favor, pensem nos peludos e conversem com seus chefes, são poucas horas de um único dia e se não der certo, nossos peludos podem ter um fim trágico.

Como você pode ajudar?
 
Participando de nossa manifestação
Dia: 30/04/2010 (sexta-feira)
Horário: 15h
Local: nos encontraremos dentro da USP (Av. Afranio Peixoto 14) - no início da Avenida da Raia Olímpica
 
Orientações:
a manifestação terá caráter totalmente pacífico, pedimos que todos respeitem essa condição para não prejudicarmos nossos objetivos
- quem puder providenciar cartazes ou faixas, favor entrar em contato (patinhasonline@gmail.compara informamos os dizeres o mais rápido possível
 
Protestando contra a desativação do canil
Destinatários: gr@usp.brouvidor@usp.brpatinhasonline@gmail.com 
 
Queremos ser recebidos e ouvidos, queremos garantia de segurança para os cães e acesso irrestrito a eles.
 
Contamos com vocês! Não deixem os peludos do abrigo na mão nesse momento!
 
Pedimos que nos informem se vão à manifestação para termos noção da quantidade de pessoas envolvidas. Por favor, a todos aqueles que nos repassaram contatos da imprensa, se puderem encaminhar este e-mail informando da manifestação, agradecemos. Não estamos conseguindo catalogar todas as respostas e não teremos como pegar todos os contatos a tempo.
 
Aproveitamos para agradecer mais uma vez a todos que estão nos enviando e-mails, mas não estamos conseguindo responder individualmente. Estamos muito gratos mesmo pelo apoio. Para mais detalhes, clique aqui. Encaminhem a todos que conhecem!! É muito importante essa iniciativa.
 
Equipe Patinhas Online
http://www.patinhasonline.com.br
Para receber este informativo, escreva para institutoninarosa-subscribe@yahoogrupos.com.br


publicado por Maluvfx às 20:00
link do post | comentar | favorito

Terça-feira, 27 de Abril de 2010
Lamentável notícia - IMPORTANTE! DIVULGUEM!
Equipe Patinhas Online  patinhasonline.zip.net
Infelizmente, temos uma notícia muito ruim para dar a todos que nos ajudam a tornar a vida dos peludos um pouco melhor. Como alguns sabem, o abrigo que ajudamos fica em local pertencente à USP.  Para esclarecer como tudo isso começou, temos que voltar um pouquinho no tempo. Em 2001 foi criado pela USP um projeto para tentar solucionar o problema do crescente abandono de animais no campus. Os detalhes do projeto podem ser visualizados no seguinte site:


http://www.usp.br/convive/


Criou-se então um abrigo para recolher os cães que viviam soltos no campus, com o objetivo de encaminha-los para adoção (depois de castrados, vermifugados e vacinados).  Alguns anos depois da criação do projeto, através de uma lista de discussão sobre direitos dos animais, ficamos sabendo da situação do abrigo da USP.  Os cães precisavam de ajuda e, infelizmente, o projeto USP Convive ainda não conseguia trabalhar com uma capacidade adequada para atender as necessidades dos cães abandonados na USP. Agendamos então, entre os participantes da lista, um mutirão no abrigo, onde constatamos uma realidade dura para os cães e para a Beth, voluntária responsável pelos cuidados diários com os animais.
Cientes de que a responsabilidade para se manter tantos cães era impraticável para apenas uma pessoa, criamos o Patinhas Online e começamos a trabalhar com os voluntários.  A ajuda aos poucos começou a aparecer, através de apadrinhamentos e compra de produtos e com esse dinheiro os primeiros animais foram preparados para adoção. Começamos a divulgar os peludos através de nosso site, realizamos nossas primeiras feiras de adoção e mutirões e aos poucos começamos a ampliar o trabalho, com mutirões de castração em comunidades carentes e trabalhos de conscientização da sociedade. Hoje temos mais de 1600 voluntários cadastrados. Esterilizamos cerca de 900 animais em comunidades carentes somente de 2007 até hoje. Doamos mais de 300 animais (sem contar os que foram doados antes da nossa participação).
Agora o problema: hoje, ao chegar ao abrigo, a responsável pelos cães (Beth) foi surpreendida por um banner informando a “desativação” do abrigo. Assim, sem mais nem menos, sem aviso e sem sequer nos informar se há algum projeto para um novo abrigo ou algo assim. Não sabemos o que vai acontecer, não temos idéia do que pretendem fazer com os cães.
Por esse motivo enviamos este e-mail: precisamos de ajuda. De toda ajuda possível. Se pudéssemos neste momento encaminhar os 110 cães que lá estão para adoção, ótimo, o problema estaria resolvido. Mas não temos como fazer isso e novos abandonos certamente ocorreriam no campus, então precisamos nos mobilizar para que o abrigo não seja desativado.
De início, precisamos das seguintes iniciativas:
- caso alguém tenha contato com pessoas que trabalhem na imprensa, que nos passe esse contato ou que peça para a pessoa nos procurar para explicarmos toda a situação.
- precisamos bombardear o e-mail da reitoria da USP. Pedimos que não sejam agressivos nestes e-mails, queremos apenas que o reitor tome conhecimento do impacto da desativação do canil. Por favor, nos copiem nos e-mails, para que tenhamos noção da mobilização (e consequentemente, possamos pressionar também).





Modelo de e-mail (pode e deve ser alterado para os termos que julgarem convenientes, para que não escrevamos todos o mesmo texto decorado):
Destinatários: gr@usp.br, ouvidor@usp.br, patinhasonline@gmail.com
Título do e-mail: Desativação do canil
Vossa Magnificência Prof. Dr. João Grandino Rodas
Tomei ciência da desativação do canil da USP através de uma placa afixada na Coordenadoria do Campus e venho através deste e-mail manifestar minha apreensão com tal desativação.  Trata-se de um projeto bem sucedido, que com a gestão do USP Convive, o apoio dos voluntários do Patinhas Online e o endosso da USP, já conseguiu resolver o problema de mais de dois mil de cães abandonados no campus ao longo dos anos, além dos projetos de conscientização e campanhas educativas de posse responsável. A extinção do projeto traria inúmeras consequências desagradáveis para a comunidade uspiana e para a sociedade como um todo, como o aumento no número de cães soltos pelas ruas, a transmissão de doenças tanto para outros animais, quanto para pessoas, e, principalmente, uma mancha na reputação dessa conceituada Instituição. Fora isso, gostaria de saber o que será feito com os cães que vivem lá. Peço que tal decisão seja revista em benefício não apenas dos animais, como também da sociedade.

Provavelmente teremos que fazer algum tipo de manifestação pacífica (passeata) para pressionarmos contra tal atitude absurda. Queremos ser recebidos e ouvidos, coisa que já tentamos por vários meios, sem sucesso. Manteremos todos informados sobre essa possível manifestação, mas precisamos que todos aqueles que possam de alguma forma se afastar de seus afazeres por algumas horas durante o dia, que estejam conosco quando isso ocorrer. Mobilização de meia dúzia de pessoas não resolve, temos que mostrar nossa força. A possível data para a manifestação está sendo estudada, tudo dependerá dos acontecimentos de amanhã.
Outras instituições de ajuda aos animais estão sendo acionadas para nos apoiar, entretanto contamos essencialmente com vocês, que conhecem os peludinhos, que já ganharam uma lambida de algum deles, que já viram a alegria desses animais com o pouco que podemos fazer por eles, como um rápido passeio ou mesmo um banho frio! Pensem em cada um deles antes de qualquer coisa. Pensem se realmente é impossível perder uma tarde de serviço para ajuda-los. Eles certamente fariam qualquer coisa por vocês.
Um abraço e muito obrigada,


Equipe Patinhas Online
patinhasonline.com.br



viaVista-se





publicado por Maluvfx às 14:14
link do post | comentar | favorito

Domingo, 25 de Abril de 2010
5ºVídeo da Petição



CAPT



publicado por Maluvfx às 14:27
link do post | comentar | favorito


mais sobre mim
pesquisar
 
Maio 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
11

12
13
14
16
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


posts recentes

Dia Mundial Sem Carne

Por que protegemos uns e ...

Por que protegemos uns e ...

Protesto contra o fomento...

Protesto contra o fomento...

Campanha Contra as peles ...

Campanha Contra as peles ...

IMPORTANTE! Apoie esta c...

IMPORTANTE! Apoie esta c...

Segunda sem Carne – Apoie...

arquivos

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Setembro 2008

Agosto 2008

Junho 2008

Fevereiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Setembro 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Maio 2006

Dezembro 2005

Outubro 2003

Julho 2002

tags

todas as tags

favoritos

ANTI-TOURADAS

links
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds