Ética é o conjunto de valores, ou padrões, a partir dos quais uma pessoa entende o que seja certo ou errado e toma decisões. A ética é importante por que respeita os outros e a dignidade humana.

Sexta-feira, 28 de Janeiro de 2011
PAN quer incentivar portugueses a excluir carne da alimentação
A alteração dos hábitos alimentares dos portugueses, nomeadamente da carne industrial, a comparticipação de medicinas alternativas e a criação de uma polícia para as questões animais são propostas do futuro programa político do Partido pelos Animais e pela Natureza (PAN).

Os responsáveis do PAN, constituído este mês, apresentaram hoje em Lisboa a sua declaração de princípios e objetivos, que servirá de base ao programa político do partido, a aprovar no primeiro congresso, que deverá decorrer dentro de três meses.

"O PAN é um partido de causas, que abraça as três grandes causas – humanitária, animal e ecológico-ambiental -, considerando-as inseparáveis", anunciou Paulo Borges, da comissão coordenadora do partido, que assume como um dos objetivos a luta contra "todas as formas de discriminação e violência contra os animais, combatendo o especismo como parente próximo do esclavagismo, racismo, sexismo e classicismo".

O novo partido quer consagrar na Constituição da República a "senciência dos animais (capacidade deste sentirem) e o seu direito à vida e ao bem-estar" e alterar o Código Civil, "onde são reduzidos ao estatuto de coisas", e defende, para já, "uma efetiva aplicação da lei existente e a punição dos seus infratores", propondo a criação de uma "unidade policial especificamente voltada para as questões animais".

O partido sugere a realização de uma campanha educativa "no sentido da progressiva alteração dos hábitos alimentares dos portugueses, em particular o consumo de carne industrial", alertando para o impacto negativo da pecuária intensiva sobre a saúde pública e o ambiente, nomeadamente na desflorestação e maior emissão de gases que contribuem para o aquecimento global.

"Os animais são as grandes vítimas dessa aberração chamada indústria da carne, mas também somos todos nós, porque os animais que nós comemos são animais doentes", afirmou Paulo Borges, acrescentando que, segundo "estatísticas recentes feitas nos Estados Unidos", todo "o investimento de energia, de trabalho, de riqueza, de cereais e água que é feito para alimentar o gado bastaria para alimentar diretamente 800 milhões de pessoas".

A redução das taxas sobre os produtos de origem natural, o aumento das taxas sobre os produtos da agropecuária intensiva, a obrigatoriedade de existência de opções vegetarianas nas escolas, cantinas públicas e restaurantes são outras propostas do PAN.

O partido quer "redignificar os professores", considerando que a educação deve ser "um dos investimentos estratégicos" do Estado, em detrimento de "gastos com a defesa, exército e obras públicas de fachada".

Na saúde, o PAN propõe a criação de um serviço público "eficiente e acessível a todos, que inclua a possibilidade de opção por medicinas e terapias alternativas", e a sua comparticipação pelo Estado, tal como os medicamentos naturais.

A proibição de "todos os espetáculos que causem sofrimento físico e psicológico aos animais" e a "abolição total da experimentação" em animais são outros princípios defendidos pelo PAN, que pretende ainda a existência de hospitais veterinários comparticipados, a reestruturação dos canis e gatis.

Fonte:
Diário Digital / Lusa


publicado por Maluvfx às 02:22
link do post | comentar | favorito

Tribunal considera legal criação de novo Partido pelos Animais e pela Natureza
O Tribunal Constitucional (TC) considerou legal a criação do novo Partido pelos Animais e pela Natureza, adiantou à Lusa o membro da comissão coordenadora Paulo Borges, que afirma que o PAN é o "primeiro partido ecologista realmente independente".


No acórdão, datado de 13 de janeiro, a que a agência Lusa teve acesso, o TC considera"verificada a legalidade da constituição" e decide "deferir o pedido de inscrição, no registo próprio existente no Tribunal", do partido político e da sigla "PAN".

O parecer do TC chega mais de um ano após a entrega, a 4 de Dezembro de 2009, de 9.259 assinaturas a pedir a criação do novo partido.

Em declarações à Lusa, Paulo Borges, da comissão coordenadora do novo partido, afirmou que a constituição do PAN é "um marco histórico e a grande novidade desde o 25 de Abril".

O PAN assume-se como "o primeiro partido ecologista realmente independente" e, segundo Paulo Borges, tem "uma forte base social de apoio", entre "simpatizantes e pré-inscritos", nas "dezenas de associações animalistas e ecologistas" e através da rede social Facebook.

"O partido não depende apenas dos interesses dos seres humanos, mas tem uma perspetiva global sobre a realidade e sobre a importância de uma mudança na forma como o homem se relaciona com o meio ambiente", afirmou o responsável.

PAN e as Presidenciais
Dias depois das eleições presidenciais, o PAN considera que a democracia portuguesa "vive um momento extremamente crítico", visível nomeadamente na abstenção elevada, mas também na quantidade de votos brancos e nulos verificados.

Para Paulo Borges, a maior abstenção de sempre traduz "uma descrença em relação à vida política" ou "uma forma de protesto" do eleitorado, que "não se reconhece no atual quadro político".

Também "a votação bastante expressiva" em candidatos considerados "fora do sistema político" -- como Fernando Nobre ou José Manuel Coelho -- mostra que existe "uma franja considerável" de eleitores que "não se reconhece no atual sistema e quer uma alternativa".

Além de preocupar-se com o "especismo" -- criticando a forma "eticamente inaceitável" como o homem trata os animais, nomeadamente na "indústria da carne" -- o PAN diz ainda ter preocupação "com as questões humanas", defendendo uma "melhor justiça social e uma economia de mercado virada para o equilíbrio ecológico".

Os promotores do PAN apresentam esta quinta-feira o novo partido, com sede em Carnaxide. 


Fonte
Mais notícias

Conferência de imprensa:


Foi hoje apresentado o mais recente partido político português
Chama-se PAN, partido pelos animais e pela natureza. Garante ser o único partido ecologista verdadeiramente independente e tem como objectivo eleger entre um a três deputados nas próximas legislativas.



publicado por Maluvfx às 02:15
link do post | comentar | favorito

Tribunal considera legal criação de novo Partido pelos Animais e pela Natureza
O Tribunal Constitucional (TC) considerou legal a criação do novo Partido pelos Animais e pela Natureza, adiantou à Lusa o membro da comissão coordenadora Paulo Borges, que afirma que o PAN é o "primeiro partido ecologista realmente independente".


No acórdão, datado de 13 de janeiro, a que a agência Lusa teve acesso, o TC considera"verificada a legalidade da constituição" e decide "deferir o pedido de inscrição, no registo próprio existente no Tribunal", do partido político e da sigla "PAN".

O parecer do TC chega mais de um ano após a entrega, a 4 de Dezembro de 2009, de 9.259 assinaturas a pedir a criação do novo partido.

Em declarações à Lusa, Paulo Borges, da comissão coordenadora do novo partido, afirmou que a constituição do PAN é "um marco histórico e a grande novidade desde o 25 de Abril".

O PAN assume-se como "o primeiro partido ecologista realmente independente" e, segundo Paulo Borges, tem "uma forte base social de apoio", entre "simpatizantes e pré-inscritos", nas "dezenas de associações animalistas e ecologistas" e através da rede social Facebook.

"O partido não depende apenas dos interesses dos seres humanos, mas tem uma perspetiva global sobre a realidade e sobre a importância de uma mudança na forma como o homem se relaciona com o meio ambiente", afirmou o responsável.

PAN e as Presidenciais
Dias depois das eleições presidenciais, o PAN considera que a democracia portuguesa "vive um momento extremamente crítico", visível nomeadamente na abstenção elevada, mas também na quantidade de votos brancos e nulos verificados.

Para Paulo Borges, a maior abstenção de sempre traduz "uma descrença em relação à vida política" ou "uma forma de protesto" do eleitorado, que "não se reconhece no atual quadro político".

Também "a votação bastante expressiva" em candidatos considerados "fora do sistema político" -- como Fernando Nobre ou José Manuel Coelho -- mostra que existe "uma franja considerável" de eleitores que "não se reconhece no atual sistema e quer uma alternativa".

Além de preocupar-se com o "especismo" -- criticando a forma "eticamente inaceitável" como o homem trata os animais, nomeadamente na "indústria da carne" -- o PAN diz ainda ter preocupação "com as questões humanas", defendendo uma "melhor justiça social e uma economia de mercado virada para o equilíbrio ecológico".

Os promotores do PAN apresentam esta quinta-feira o novo partido, com sede em Carnaxide. 


Fonte
Mais notícias

Conferência de imprensa:


Foi hoje apresentado o mais recente partido político português
Chama-se PAN, partido pelos animais e pela natureza. Garante ser o único partido ecologista verdadeiramente independente e tem como objectivo eleger entre um a três deputados nas próximas legislativas.



publicado por Maluvfx às 02:15
link do post | comentar | favorito

Sábado, 11 de Setembro de 2010
Partido Pelos Animais é agora Partido pelos Animais e pela Natureza
Caros amigos,

A Comissão Coordenadora do Partido Pelos Animais vem por este meio anunciar que formalizou junto do Tribunal Constitucional um pedido de inclusão da expressão "e pela Natureza" na sua designação, passando a chamar-se Partido pelos Animais e pela Natureza (PAN), pelas razões abaixo sumariamente apresentadas:
1. opção pela consagração explícita na sua designação da temática ecológica, desde sempre presente no manifesto e na declaração de princípios;

2. constatação da não existência em Portugal de um verdadeiro e independente partido ecologista;

3. a necessária associação que existe entre o amor aos animais e o gosto pela natureza, sendo que a preocupação ecológica se encontra hoje mais divulgada na sociedade, ao contrário da causa animal, pelo que associar as duas beneficia necessariamente esta última;

4. a luta pela dignificação dos animais não pode limitar-se a tratar os sintomas, mas deve trabalhar de forma eficaz pela alteração de tudo o que na estrutura mental, cultural, social e mesmo económica da sociedade portuguesa tem contribuído para a perpetuação da situação que os mesmos vivem;

5. a nova sigla, PAN, é um prefixo grego que contém em si a noção de totalidade ("tudo", "todos", "completo"), suportando a ideia de um partido inteiro, que pretende promover alternativas éticas em todos os domínios da vida nacional. Na mitologia grega, Pan é também um deus relacionado com a natureza e os animais.
Saudações amigas,

A Comissão Coordenadora do Partido pelos Animais e pela Natureza


tags: , ,

publicado por Maluvfx às 03:45
link do post | comentar | favorito

Partido Pelos Animais é agora Partido pelos Animais e pela Natureza
Caros amigos,

A Comissão Coordenadora do Partido Pelos Animais vem por este meio anunciar que formalizou junto do Tribunal Constitucional um pedido de inclusão da expressão "e pela Natureza" na sua designação, passando a chamar-se Partido pelos Animais e pela Natureza (PAN), pelas razões abaixo sumariamente apresentadas:
1. opção pela consagração explícita na sua designação da temática ecológica, desde sempre presente no manifesto e na declaração de princípios;

2. constatação da não existência em Portugal de um verdadeiro e independente partido ecologista;

3. a necessária associação que existe entre o amor aos animais e o gosto pela natureza, sendo que a preocupação ecológica se encontra hoje mais divulgada na sociedade, ao contrário da causa animal, pelo que associar as duas beneficia necessariamente esta última;

4. a luta pela dignificação dos animais não pode limitar-se a tratar os sintomas, mas deve trabalhar de forma eficaz pela alteração de tudo o que na estrutura mental, cultural, social e mesmo económica da sociedade portuguesa tem contribuído para a perpetuação da situação que os mesmos vivem;

5. a nova sigla, PAN, é um prefixo grego que contém em si a noção de totalidade ("tudo", "todos", "completo"), suportando a ideia de um partido inteiro, que pretende promover alternativas éticas em todos os domínios da vida nacional. Na mitologia grega, Pan é também um deus relacionado com a natureza e os animais.
Saudações amigas,

A Comissão Coordenadora do Partido pelos Animais e pela Natureza


tags: , ,

publicado por Maluvfx às 03:45
link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 5 de Março de 2010
Em defesa da Natureza, meio ambiente e os animais




publicado por Maluvfx às 06:08
link do post | comentar | favorito

Em defesa da Natureza, meio ambiente e os animais




publicado por Maluvfx às 06:08
link do post | comentar | favorito


mais sobre mim
pesquisar
 
Maio 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
11

12
13
14
16
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


posts recentes

“Prótoiro” – Ceguinhos e ...

Viana do Castelo: Cidade ...

Apoio do PAN a Viana do C...

Deolinda, o PAN e os tour...

Deolinda, o PAN e os tour...

Partido pelos Animais e p...

Partido pelos Animais e p...

Declaração de Principios ...

Declaração de Principios ...

PAN quer incentivar portu...

arquivos

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Setembro 2008

Agosto 2008

Junho 2008

Fevereiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Setembro 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Maio 2006

Dezembro 2005

Outubro 2003

Julho 2002

tags

todas as tags

favoritos

ANTI-TOURADAS

links
blogs SAPO
subscrever feeds