Ética é o conjunto de valores, ou padrões, a partir dos quais uma pessoa entende o que seja certo ou errado e toma decisões. A ética é importante por que respeita os outros e a dignidade humana.

Domingo, 28 de Outubro de 2012
As enxaquecas e a alimentação

Cada vez existem mais estudos que relacionam a ocorrência de enxaquecas (dores de cabeça) com a alimentação. Alguns alimentos podem provocar dores de cabeça enquanto outros podem prevenir ou mesmo tratá-las.
Por exemplo, por vezes o café pode fazer parar uma dor de cabeça e alimentos ricos em magnésio, cálcio, hidratos de carbono complexos e fibras têm sido usados para curar enxaquecas. Alguns estudos indicam que o gengibre – a especiaria que comummente usamos na culinária – pode ajudar a prevenir e a tratar enxaquecas, com a vantagem de não ter os efeitos secundários dos medicamentos químicos. A matricária é também um excelente remédio natural para as enxaquecas.

Uma enxaqueca não é simplesmente uma enorme dor de cabeça. Tem um padrão característico, geralmente envolvendo só um dos lados da cabeça. É uma dor latejante forte, diferente de uma dor branda e constante, muitas vezes acompanhada de náuseas, vómitos e sensibilidade à luz e aos sons.
De qualquer forma, se as dores de cabeça fortes são uma novidade para si, o melhor será mesmo consultar um médico.
Diversos estudos têm vindo a demonstrar a eficácia de dietas - apropriadas na redução e tratamento de enxaquecas, em crianças, adolescentes e adultos.


Alimentos à prova de dor
Os alimentos à prova de dor praticamente nunca contribuem para dores de cabeça ou outras condições dolorosas. Estes incluem:
- Arroz, principalmente integral.
- Vegetais de cor verde cozinhados, tais como brócolos, espinafres, repolho ou acelga.
- Vegetais cor-de-laranja cozinhados, tais como cenouras ou batata doce.
- Vegetais de cor amarela cozinhados, tais como abóbora.
- Frutos não ácidos cozinhados ou secos: cerejas, arandos, pêras, ameixas (mas não frutas ácidas, tais como maçãs, bananas, pêssegos ou tomates).
- Água: água simples ou em formas carbonadas são boas. Outras bebidas - mesmo infusões de ervas – podem provocar uma enxaqueca.
Condimentos: quantidades moderadas de sal, xarope de ácer, e extracto de baunilha são geralmente bem tolerados.


O que normalmente provoca uma enxaqueca
Há coisas que muitas vezes provocam enxaquecas em pessoas mais sensíveis. Tal como a sensibilidade a alimentos se pode manifestar por comichão na pele, as pessoas que sofrem de enxaquecas têm reacções ao nível dos vasos sanguíneos e nervos. De seguida, apresentamos uma lista dos 12 alimentos que mais comummente provocam acessos de dores de cabeça nas pessoas sensíveis, por ordem de importância:
- Lacticínios (inclui leite de vaca magro ou gordo, leite de cabra, queijo, iogurte, etc);
- Chocolate;
- Ovos;
- Frutas ácidas;
- Carne (inclui carne de vaca, porco, galinha, peru, peixe, etc)
- Trigo (pão, massas, etc);
- Frutos de casca rija ou amendoins;
- Tomates;
- Cebolas;
- Milho;
- Maçãs;
- Bananas.

Algumas bebidas ou aditivos também estão entre os piores a provocar dores de cabeça, incluindo bebidas alcoólicas (especialmente vinho tinto), bebidas com cafeína (café, chás e colas), glutamato monosódico, aspartame e nitritos.
Outros alimentos que não constam desta lista também podem provocar acessos de enxaquecas; por isso não estão completamente acima de qualquer suspeita, embora sejam menos prováveis.


Confirme os alimentos que provocam enxaquecas
Se as mudanças da sua dieta alimentar ajudaram a melhorar ou diminuir a frequência das suas dores de cabeça, o passo seguinte é confirmar quais os alimentos que as provocavam. Para fazer isto, basta introduzir, um de cada vez, os alimentos que tinham sido eliminados, de dois em dois dias, para ver se surgem as dores de cabeça outra vez.
Comece pelo último da lista e vá subindo até aos alimentos mais arriscados, podendo saltar aqueles pelos quais não se interessa. Se desejar, pode depois passar às bebidas e aditivos referidos.
Quando fizer isto, tenha quantidades generosas de cada alimento que vai reintroduzir, para ter a certeza de que lhe causa sintomas. Se não sentir diferenças, pode mantê-lo na sua dieta. Qualquer coisa que lhe provoque uma dor de cabeça deve ser eliminado outra vez. Depois, passada uma semana mais ou menos, experimente o alimento de que suspeita novamente, para confirmação. Mantenha a sua dieta simples, para detectar facilmente o efeito de cada novo alimento.
A carne (e peixe), lacticínios, e ovos devem ser deixados fora do seu prato permanentemente. Para além de serem os piores alimentos a desencadear acessos de dores de cabeça, também perturbam o seu equilíbrio hormonal natural, o que contribui para as enxaquecas.
O colesterol que contêm, as gorduras e as proteínas de origem animal estão ligados a problemas graves de saúde incluindo doenças cardiovasculares (coração), tensão arterial alta, osteoporose e cancros da mama, próstata e cólon, por isso não precisa de trazer esses alimentos que só lhe causam problemas de volta ao seu prato.


Procurar outros alimentos fora da lista
Se, passadas duas semanas de alteração na sua dieta, não notar nenhuma redução nas suas dores de cabeça, o passo seguinte será o de procurar outros alimentos que não estejam na lista dos piores doze e que lhe possam estar a provocar os sintomas. Isto acontece de vez em quando e, de facto, há pessoas que são sensíveis a vários tipos de alimentos.
Aqui estão algumas dicas para o ajudar a identificar os culpados:
- Os alimentos que lhe causaram um acesso de dores de cabeça foram comidos geralmente 3 a 6 horas antes.
- Os alimentos que causam dores de cabeça podem ser aqueles de que mais gosta ou pelos quais costuma ter apetites. Podem ser os de que menos suspeita.
- Às vezes a dor de cabeça só surge depois de se ingerir uma grande quantidade do alimento culpado, talvez após ingeri-lo durante vários dias.
- Se for afectado por vários alimentos, o facto de eliminar só um pode não fazer nenhuma diferença. Isto às vezes leva as pessoas a achar que os alimentos não são o problema.
- Pode descobrir que talvez possa comer uma quantidade pequena do alimento culpado sem isso lhe provocar sintomas e só uma grande quantidade ingerida lhe venha a causar dores de cabeça.
- A sua tolerância pode variar em diferentes alturas. Por exemplo, uma mulher pode normalmente ser capaz de comer uma caixa de chocolates sem problemas mas, à medida em que se aproxima do período menstrual, um simples quadrado de chocolate desencadeia uma enxaqueca. A razão, presumivelmente, está no facto de as mudanças hormonais que ocorrem naturalmente ao longo do mês afectarem a sua sensibilidade.
- As causas das enxaquecas podem mudar ao longo do tempo.
- O seu médico pode pedir-lhe análises clínicas especiais para detectar a sua sensibilidade a alimentos. Podem ser bastante caros mas são mais rápidos a detectar o que lhe causa as enxaquecas. De mencionar que os testes de sensibilidade de pele não servem para detectar o que lhe causa dores de cabeça.


Num acesso de dores de cabeça
- Apesar da cafeína poder provocar enxaquecas, nalguns casos pode também funcionar como tratamento. A dose é uma a duas chávenas de café aos primeiros sinais de dor de cabeça.
- Coma alimentos ricos em amido, como o arroz, batatas, crackers ou pão. Sim, os alimentos ricos em trigo podem provocar enxaquecas em algumas pessoas, mas se o seu organismo o tolerar, podem ajudar. Algumas pessoas inclusivamente sentem necessidade de comer alimentos ricos em amido quando têm dores de cabeça e comer tostas, crackers, massas, batatas e outros alimentos ricos em amidos reduz as suas dores de cabeça ou náuseas e pode mesmo diminuir a duração dos sintomas. Guie-se pela sua experiência para saber se isto funciona consigo.
- Gengibre fresco em pó, 500 a 600 miligramas (cerca de ¼ de colher de chá), num copo de água pode ajudar. Repita, se necessário, durante várias horas, até um máximo de 2 gramas por dia.
- O cálcio pode ajudar a tratar ou prevenir enxaquecas. No entanto, evite a tentação de ir buscar o cálcio aos lacticínios (leite, iogurte) ou outra fonte de origem animal. Estes causam mais prejuízos que benefícios.
- Deite-se num sítio sossegado e escuro e durma, se puder. Use compressas frias ou quentes e massage os vasos sanguíneos das têmporas (lado da testa, a cerca de dois dedos dos olhos)
- A acupunctura e outros tratamentos naturais também se mostraram úteis para algumas pessoas.



Referências:
http://www.pcrm.org/health/prevmed/migraine.html


publicado por Maluvfx às 08:26
link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 17 de Novembro de 2011
Tratamentos Caseiros
images/articles/fresh_herbs.jpgNa flora e na fauna do nosso planeta, várias são as espécies em habitat natural que sabem empregar recursos para se tratarem de ferimentos ou outras maleitas que as possam assolar. Para além das defesas imunitárias, o habitat circundante geralmente oferece soluções para problemas de saúde. O ser humano também aprendeu a usar e a estudar esses recursos desde há milénios, pelo que hoje em dia existem no mercado e na Internet várias publicações e especialistas que se debruçam sobre este assunto.
Não se pretende com este artigo listar exaustivamente tratamentos caseiros complexos, apenas dar ideias naturais e simples para maleitas comuns e passageiras a fim de apresentar alternativas a medicamentos convencionais e/ou métodos invasivos. Todas as sugestões são veganas.

ADVERTÊNCIAS IMPORTANTES: OS TRATAMENTOS NÃO SÃO INÓCUOS! SE HOUVER ALGUM PROBLEMA DE SAÚDE (MESMO “MERAS” ALERGIAS) OU GRAVIDEZ, DEVEM TOMAR-SE PRECAUÇÕES!

As plantas medicinais e/ou frutos, sempre que possível devem ser biológicos, avulsos e muito bem lavados e desinfectados, comprados em casas da especialidade e não colhidos na natureza sem conhecimentos. Pode ser perigoso para a saúde misturar chás para efeitos diferentes.
Os óleos essenciais não devem ser aplicados directamente na pele com a excepção do de alfazema e do de óleo de árvore do chá (tea tree oil). Os restantes devem ser sempre diluídos em óleos-base neutros, como por exemplo óleo de amêndoas doces, de jojoba ou de sésamo.
Há poucos tratamentos imediatos e de utilização única: o organismo humano precisa de tempo e repetições para os efeitos se poderem fazer sentir. Com uma alimentação cuidada, podem evitar-se muitas maleitas e os tratamentos resultam melhor num organismo cuidado.
Não é conveniente conservar os tratamentos; é aconselhável consumi-los ou aplicá-los feitos no momento.
PROBLEMA
SUGESTÕES DE TRATAMENTO
Acalmar a pele escaldada
Cozer aveia em flocos ou grãos e acrescentar tudo à água do banho de imersão.
Outra solução é juntar amido de milho à água do banho de imersão.
Acalmar e dormir melhor
Beber chá de camomila ou chá de alfazema ou chá de valeriana ou chá de verbena.
Ou ainda tomar chá de alfazema, tília e camomila (em partes iguais)
Outra solução é um banho de imersão com sal marinho.
Também ajuda massajar a nuca, a parte de trás das orelhas e a fronte com óleo essencial de alfazema e colocar 2 a 3 gotas na almofada.
Ajuda bastante efectuar respirações lentas e profundas.
Aftas
Aplicar canela em pó ou gengibre fresco directamente na afta.
Também serve 10 grãos de cacau fervidos num litro de água e bochechar.
Outra sugestão é bochechar com uma solução de 1 copo de água morna com 1 colher de chá de bicarbonato de sódio.
Afonia
Fazer gargarejos com uma chávena de água morna ou fria com 1 pitada de sal e 1 colher de café de bicarbonato de sódio.
Também resulta gargarejos com a mistura: sumo de 1 limão, 3 folhas de malva e 3 folhas de cavalinha.
Outra sugestão: beber chá de cascas de cebola.

Artrite Reumatóide
Beber chá de gengibre fresco com paus de canela.
Outra sugestão: massagens com óleo de sésamo (1 colher de sopa) a que juntas 10 gotas de óleo essencial de eucalipto, 10 gotas de óleo essencial de zimbro e 10 gotas de óleo essencial de alfazema.
Também ajuda massajar as partes afectadas com vinagre de sidra.
Beber água quente em jejum é outra sugestão.
O consumo de morangos (e outros frutos vermelhos silvestres) também é bastante adequado pois é um fruto com propriedades anti-inflamatórias.
Outra solução: liquefazer 2 fatias de ananás, sumo de 2 limões e 1 colher de sopa de hortelã. Beber 2 copos por dia.
Também ajuda consumir regularmente a especiaria curcuma pois também é anti-inflamatória e desintoxicante.
Azia
Ferver numa chávena de água durante 3 minutos 1 colher de sopa de casca ralada de limão verde e 1 colher de sopa da parte branca do limão. Beber um copo de 6 em 6 horas.
Também resulta mastigar um pedaço de batata crua e beber esse suco.
Calos
Cortar uma cebola de forma a obter pequenos quadrados ou rectângulos que se aplicam no calo. Deixar marinar 3 dias em vinagre. Aplicar no calo um quadrado ou rectângulo renovando todos os dias e prendendo uma banda de tecido.
Outra sugestão é colocar um pedaço de casca de banana verde sobre o calo, cobrir com gaze e substituir de 3 em 3 horas.
Outro tratamento é aplicar um dente de alho e sal marinho no calo durante uma noite; lavar e hidratar muito bem na manhã seguinte.
Outra solução é aplicar no calo 1 dente de alho com 1 colher de café de azeite.
Caspa
Ferver um punhado de urtigas num litro de água, deixar arrefecer e usar como última passagem na lavagem do cabelo.
Circulação sanguínea
20 cascas de uvas pretas abafadas por 3 minutos em 2 chávenas de água a ferver. Coar e beber.

Cólicas menstruais
Banho de chá de hortelã - deixar ferver por 2 minutos 3 litros de água com 3 chávenas de folhas de hortelã. Juntar 3 litros de água fria. Banhar o corpo a partir do pescoço.
Constipações e gripes
Escalda-pés (demolhar os pés em água quente com sal marinho durante cerca de meia-hora). Depois, massajar os pés com óleo de sésamo morno que ajuda a relaxar. Deve ser feito antes de deitar.
Outra sugestão é beber chá de gengibre com 1 dente de alho com casca, 1 casca de limão e erva-doce ou anis estrelado.
Outra ajuda é: liquefazer sumo de limão com 1 dente de alho, 1/2 cebola e gengibre fresco a gosto. Beber.
Outro tratamento é ferver folhas de eucalipto e colocar numa bacia essa água a ferver com as folhas. Inalar os vapores profunda e repetidamente várias vezes ao dia com uma toalha sobre a cabeça para o vapor não se escapar pelos lados.
Controlar apetite por doces
Cortar em pedaços médios cebolas, cenouras, couve lombarda (repolho ou couve coração) e nabo (opcional), na quantidade de uma chávena de cada. Colocar destapado em água a ferver sem sal por 2 ou 3 minutos. Reduzir o lume e cozinhar por 20 minutos tapado. Coar e beber morno 1 ou 2 chávenas por dia, uma delas em jejum
Diarreia
Ferver 2 goiabas vermelhas num litro de água. Beber frio.
Dor de cabeça/ Enxaqueca
Cortar uma batata crua às rodelas e colocar na testa segurando-as com uma banda de tecido em volta da cabeça até a batata aquecer e enegrecer. Convém a pessoa estar deitada num local calmo e com luz suave.
Outra solução é diluir sumo de meio limão num copo de água e beber.
Outra ajuda: ferver 1 colher de sopa de folhas de alfazema num litro de água. Tomar 3 chávenas por dia.
Outra sugestão: ferver num litro de água 2 colheres de sopa de sementes de girassol torradas. Beber uma chávena de 6 em 6 horas.
Outro tratamento é beber chá de casca de laranja.
Dores em geral
1 colher de sobremesa de folhas de sabugueiro abafadas numa chávena de água a ferver por 10 minutos. Beber de seguida.
Dores musculares de esforço
Beber chá de manjericão seco: 1 colher de chá por cada chávena, 2 chávenas antes ou depois das refeições.
Enjoo de viagens
Beber chá de gengibre antes da viagem.
Excesso de peso
Ferver 1 litro de água com 1 chávena de chá de folhas e talos de alface. Tomar 3 chávenas por dia.
Outra solução é beber chá verde.
Também ajuda comer cenoura e maçã cruas ao pequeno-almoço e cenoura e nabo cru (temperado com molho de soja) às refeições principais.
Beber chá de rábano também resulta.
Febre
Liquefazer 2 maçãs com pouca água. Beber morno.
Feridas, queimaduras, frieiras, pisaduras, calos, lábios gretados, inchaços
Cortar uma folha de aloé vera com uma faca plástica e colocar a seiva na área afectada.
Fungos nas unhas
Mergulhar as unhas afectadas em 1 parte de vinagre e 1 parte de água várias vezes ao dia. Se apenas uma parte da unha estiver afectada, pode aplicar-se o líquido com um cotonete.
Também se deve pincelar as unhas (interna e externamente) com a seguinte mistura: numa colher de sopa de óleo de laranja misturar 10 gotas de óleo essencial de alfazema, 10 gotas de óleo essencial de eucalipto e 10 gotas de óleo essencial de árvore do chá (tea tree oil), pincelar a parte afectada (bem limpa) 3 vezes por dia.
Garganta inflamada
Sumo de 3 limões com um copo de água morna. Beber e fazer gargarejos.
Outra solução: 3 colheres de sopa de casca de ananás/abacaxi picada com sumo de uma laranja e 1 copo de água a ferver por cima abafado por 3 minutos. Coar e beber.
Limpeza de feridas
Ferver folhas de eucalipto e malva em água e limpar as feridas com esta solução fria.
Manchas na pele
Aplicar sumo de morango.
Muco nos olhos (também para cães e gatos)
Embeber algodão ou gaze em chá preto ou chá de 3 anos com sal marinho (1 colher de sopa de sal marinho para 1 litro de chá) ligeiramente morno. Aplicar suavemente retirando o muco várias vezes ao dia. Secar suavemente em redor dos olhos depois de tratar.
Pé-de-atleta/Micoses/Tinha (também para cães, gatos, etc.)
Aplicar directamente óleo de essência de árvore do chá (tea tree oil) na zona afectada ou o mesmo óleo na proporção de 10 gotas com 1 colher de sopa de óleo de sésamo ou jojoba diariamente 2 a 3 vezes por dia durante cerca de 1 mês ou mais, para prevenir o reaparecimento do problema.
Outra sugestão: aplicar óleo de árvore do chá, óleo de alfazema e óleo de eucalipto numa base de óleo de jojoba 3 vezes ao dia.
Pés e pernas cansados
Escalda-pés (ver acima em constipações/gripes).
Outra sugestão: massajar com uma mistura de 2 colheres de sopa de óleo de sésamo, 10 gotas de óleo essencial de eucalipto e 10 gotas de óleo essencial de alfazema e descansar com as pernas ao alto durante 20 minutos.
Pisaduras/contusões/problemas musculares
Massajar 3 vezes ao dia com óleo de arnica.
Prisão de ventre
1 chávena de chá de ameixas secas picadas dissolvidas num copo de água quente. Beber morno.
Beber sumo de aloé vera antes de deitar (sumo: abre-se a folha de aloé, retira-se o gel e mistura-se no liquidificador 1 colher de gel para 1 copo de água).
Problemas de fígado
Beber chá de gengibre.
Outra ajuda é comer uma rodela de gengibre em jejum
Outra sugestão: chá de boldo, dente-de-leão, hortelã, gengibre em partes iguais.
O sumo de beterraba fresca é excelente para o fígado, tonificar e renovar o sangue.
Problemas digestivos
Beber chá de gengibre (não ferver o gengibre para não perder as propriedades terapêuticas. Ferver a água, juntar 6 rodelas finas de gengibre para 1 litro de água, deixar de infusão 10 a 15 minutos e beber quente em jejum ou a seguir às refeições ou quando necessitar.
Outra ajuda é o chá de alcachofra, especialmente para o fígado.
Também resulta: verter 1 chávena de chá de água a ferver numa 1 colher de sopa de hortelã picada e deixar 10 minutos. Juntar 1 colher de sobremesa de sumo de limão. Coar e beber.
Outra sugestão é abafar por 3 minutos num copo de água 5 colheres de sopa de casca de ananás/abacaxi com 10 folhas de hortelã e beber.
Outra ajuda: chá de cidreira (1 colher ½ de sopa num litro de água a ferver). Beber 4 vezes ao dia.
Resulta também: 3 colheres de sopa de alface (folhas e talos) fervidos num litro de água. Beber 5 chávenas ao dia.
Problemas urinários
Beber chá de barbas de milho.
Outra sugestão é beber chá de pés de cereja.
O chá de feijão azuki com alga kombu é excelente para este tipo de problemas.
Problemas respiratórios em geral e abcessos dentários
Aplicar papas de linhaça (desfazer ou picar sementes de linhaça e ferver essa farinha com água até ficar em papa) mornas no peito ou no abcesso durante a noite e proteger com um tecido de algodão ou toalha. Em alternativa podem envolver-se as papas em tecido e aplicar indirectamente.
Retirar picos de cactos da pele
Para aqueles picos muito finos muito difíceis de tirar com a pinça, usa cera depilatória vegana (eventualmente caseira).
Rouquidão/gengivite
1 colher e ½ de sopa de casca de romã fervida num litro de água. Bochechar e fazer gargarejos.
Outra sugestão para a rouquidão: beber chá de cascas de cebola.
Tosse/bronquite
2 colheres de sopa de rúcula coberta com uma chávena de água a ferver. Deixar repousar 10 minutos e beber.
Ferver 6 figos secos num litro de água até ficarem tenros. Beber várias vezes ao dia.
Verrugas
Colocar um dente de alho aberto ao meio sobre a verruga preso com adesivo, mudar a cada 24 horas, substituindo o alho, até que a verruga desapareça. Normalmente desaparece entre 3 a 7 dias.


Referências:
http://www.paulasoveral.net

Saúde de Bolso—Editora Alto Astral


Copyright Centro Vegetariano. Reprodução permitida desde que indicando o endereço: http://www.centrovegetariano.org/Article-533-Tratamentos%2BCaseiros.html


publicado por Maluvfx às 06:39
link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 18 de Fevereiro de 2011
Alecrim

Todos sabem usar ginseng; para que serve o ginseng; as inúmeras vantagens do ginseng.
O que muita gente não saberá, por certo, é que o Alecrim faz exactamente os mesmos efeitos, com inúmeras vantagens, a começar pelas vantagens económicas:
- Um pacote de ginseng, para chá, custa cerca de 5 euros; um pacote de alecrim custa menos de um euro e rende, pelo menos, quatro ou cinco vezes mais.Tal como o ginseng, o alecrim também faz aumentar a tensão arterial (embora sejam mais frequentes os casos de taquicardia relacionados com o ginseng).

O Alecrim tem aplicações muito vastas: USA-SE para as afecções dos rins, calculoses, vómitos, indigestões, vertigens e tonturas, reumatismo, anemia, sistema imunitário, diarreia, epilepsia, vesícula, MEMÓRIA, cansaço, etc.;
É anti-séptico; usa-se, em lavagens, para problemas de pele (juntamente com outras plantas) e usa-se também como tónico capilar e, juntamente com a salva, para combater a caspa;

Tal como o ginseng, é estimulante, favorece a actividade mental (memória), tónico cardíaco, para problemas de hipotensão (pressão baixa) mas também se usa para os nervos, stress, ansiedade.
Nos melhores tratamentos para os nervos e o stress usam-se estimulantes, de manhã e calmantes, ao fim da tarde…

O uso popular consagra o ALECRIM como remédio infalível para curar anemias, assim:
Receita: colher um galho de Alecrim, juntar a um copo de água (cerca de 200 ml) e deixar ferver durante 5 a 10 minutos, em lume brando. Deixar descansar por 10 minuto, coar e beber meio cálice, todas as manhãs, em jejum, mantendo em frigorífico (geladeira).
"Dizem" que, repetindo este tratamento 5 vezes (cerca de 1 litro de chá) se consegue curar qualquer anemia, por mais rebelde que seja.

Tratamento (testado) para Tonturas e Sequelas de Derrames 
Preparar um chá com:
· Uma colher de chá de erva-doce
· Uma colher de chá de alecrim
· Três cravinhos ou cravos da Índia, sem cabeça
Tomar à noite antes de dormir.

O Alecrim pode ainda ser usado como tónico capilar e para a caspa: fazer um chá bem forte com Alecrim e Salva e juntar ao champô, na proporção de um quarto de chá para um frasco de champô. Ou então preparar uma tintura de Alecrim e juntar 10 ou 15 ml ao champô.

O Alecrim parece ter a particularidade de "sintonizar" o nosso sistema imunológico, adequando as resposta às "solicitações" do organismo, pelo que tem excelentes resultados nas doenças auto-imunes.
Nota:
Para tornar o chá de Alecrim menos desagradável pode-se juntar, sempre, um pouco de erva doce… O chá com estas duas plantas é óptimo também para combater o mau hálito, mas não aconselhável a hipertensos…


publicado por Maluvfx às 04:20
link do post | comentar | favorito

Gripes e constipações
Para tratar gripes e constipações há uns quantos produtos caseiros, de grande utilidade.
Preparar uma infusão com:
Folha de eucalipto, ou menta (têm efeitos equivalentes); para a garganta e vias respiratórias superiores
Tomilho (antibiótico natural)
Raiz de Alteia ou Poejos (têm efeitos equivalentes); para a tosse e brônquios
Alcaçuz
Flor de Sabugueiro…
Pode-se também juntar camomila (que é boa para a febre)…
Esta infusão toma-se quente, com uma colher de mel e sumo de limão, de manhã e à noite (ou três vezes ao dia, se possível).

Também é importante fazer um reforço de vitamina C.
Em casos de dor de garganta, a infusão, com o sumo de limão e o mel, faz desaparecer a dor. Porém, se a dor regressar passado pouco tempo, pode-se tomar uma colher de chá de mel com propólis (mistura que se vende até em supermercados), que faz desaparecer a dor e ajuda a curar…


A Tintura de Cravinho também é muito eficiente para curar a dor de garganta

Há quem diga que consegue curar a gripe com apenas uma toma de leite quente com mel e aguardente, tomado à noite; outros dizem preferir, para obter o mesmo efeito, ferver um molho de agriões e beber a totalidade do caldo duma só vez…

Também existem preparados (principalmente em gotas), nas ervanárias, com os quais se podem obter excelentes resultados, na tosse, na febre e na dor de garganta… desde que repetindo as tomas sempre que os sintomas (dor ou tosse) regressem…
Não indico nomes ou marcas, porque este blog é apenas de remédios caseiros…


publicado por Maluvfx às 04:14
link do post | comentar | favorito

Tratamentos caseiros para Bronquite
Chá com mel alho e limão:

Coloque meio limão e 2 dentes de alho picados em 150 ml (uma chávena de chá) de água e ponha ao lume. Deixe ferver 2 ou 3 minutos. Adoce com mel e dê uma colher de sopa, de hora a hora, ou quando houver crises.


Beterraba e açúcar mascavado:

Descascar a beterraba e cortar em rodelas. Colocar, num frasco ou tijela, uma camada de rodelas de beterraba e cobrir com uma camada de açúcar mascavado; e assim sucessivamente até esgotar a beterraba. O xarope fica pronto em poucas horas. Dar uma colher de sopa (ou de chá conforme a idade) sempre que haja crises, ou de hora a hora.


Não esqueça o xarope de casca de banana cuja receita encontraAQUI

Também tem o xarope de laranja

E não esqueça o Própolis


Nota: nos casos mais graves pode ser necessário fazer vários tratamentos ao mesmo tempo, alternando as tomas de modo a tomar algum "remédio" sempre que há crises e assim permitir superá-las. 


Cuidar da alimentação:

Evitar os amidos.

A banana ajuda a curar

frutas e verduras cruas não podem faltar.

Há alguns chás que ajudam muito na cura.

Substitua o leite de vaca por leite de soja


Um testemunho:

Minha filha tem 1 ano e 06 meses e já teve 03 crises graves de bronquite sendo que, em duas, ficou internada... 

Como a bronquite é de origem alérgica, o principal motivo/alergia que constatamos foi o LEITE DE VACA, não importa como é comercializado (mas o UHT é pior e faz mais mal) ... e todos os seus derivados, bolacha, bolo, queijos, etc... O leite de soja é bem mais caro, mas tenho notado melhora...



Fonte


publicado por Maluvfx às 04:04
link do post | comentar | favorito


mais sobre mim
pesquisar
 
Maio 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
11

12
13
14
16
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


posts recentes

As enxaquecas e a aliment...

Tratamentos Caseiros

Alecrim

Gripes e constipações

Tratamentos caseiros para...

arquivos

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Setembro 2008

Agosto 2008

Junho 2008

Fevereiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Setembro 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Maio 2006

Dezembro 2005

Outubro 2003

Julho 2002

tags

todas as tags

favoritos

ANTI-TOURADAS

links
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds